Logo_neon-degrade
ABRA SUA CONTA

Recolocação profissional: guia para conquistar o novo emprego

Time Neon

O processo de recolocação profissional pode ser bastante desafiador, especialmente em períodos em que a economia está com o freio de mão puxado. Por isso, estamos aqui para te ajudar.

Seja melhorando o currículo ou aprendendo uma função nova, nesse momento toda ajuda é válida se você está em busca de recolocação no mercado de trabalho e precisa se organizar para isso.

Então, desenvolvemos um pequeno guia com estratégias simples para te auxiliar a conseguir um novo emprego. 😊 São dicas práticas que podem ser feitas por qualquer pessoa e adaptadas por você para a realidade da área em que atua.

Mostraremos aqui:

 

Quer saber mais? Desde já, boa sorte!

5 dicas de recolocação profissional

Para começar, vamos mostrar algumas dicas para impulsionar a sua busca de emprego:

  1. Organize o currículo online
  2. Prepare o seu marketing pessoal
  3. Aperfeiçoe seus conhecimentos
  4. Converse com as pessoas da sua área
  5. Defina um plano de carreira

 

Mostraremos os detalhes de cada um desses pontos a seguir.

1. Organize o currículo online

Você tem uma versão digital do seu currículo? Além de ter um documento salvo no Word ou em PDF, listando suas experiências e conhecimentos, também é ideal ter essas informações atualizadas em sites especializados.

LinkedIn, por exemplo, é uma rede social gratuita que permite a conexão profissional entre pessoas. Lá, tanto empresas quanto recrutadores buscam profissionais que se encaixem nas qualidades técnicas que buscam para as vagas abertas em suas empresas.

Outros sites especializados em vagas têm essa mesma função, com opções gratuitas e pagas, como a Catho e o Vagas.

Se você não tem uma versão digital do seu currículo nessas plataformas, considere fazer uma quanto antes. 😉

Veja dicas sobre como fazer um perfil no LinkedIn.

2. Prepare o seu marketing pessoal

Pense rápido: quais são as suas qualidades e pontos a serem melhorados? Essas informações precisam estar na ponta da língua para você saber exatamente como se destacar frente aos demais candidatos.

Conhecido como “marketing pessoal”, essa habilidade de saber “se vender” é importante para momentos de pouca oferta de emprego e muita gente desempregada. Afinal, as empresas estão em busca de pessoas confiantes, com iniciativa e inteligência emocional.

3. Aperfeiçoe seus conhecimentos

Essa talvez seja uma das principais dicas sobre como se recolocar no mercado de trabalho. Agora que você tem o seu currículo preparado e está com o marketing pessoal definido, que tal aprofundar seus conhecimentos?

Procure cursos, leia livros, veja palestras no YouTube de assuntos que acrescentem novas habilidades ou desenvolva as que você já tem. Aproveite esse momento para estudar sobre os temas que você sempre quis, mas teve pouco tempo ou disposição.

Confira 9 cursos gratuitos de Excel para aprender de vez a usar planilhas.

4. Converse com as pessoas da sua área

Você deve ter ouvido falar em networking. Essa conexão entre pessoas pode te ajudar a conseguir um emprego.

Costuma funcionar assim: em uma conversa com pessoas da sua área, você comenta que está procurando um emprego e fala um pouco sobre as suas aptidões (lembra do marketing pessoal?).

Quando essa pessoa souber de uma vaga de emprego, vai lembrar de você e te indicar para a posição em aberto. Nada como o “boca a boca”, né?

5. Defina um plano de carreira

Eu sei, talvez o momento não pareça ser o mais propício para isso, mas é importante usar esse tempo para pensar em um plano de carreira para você.

Algumas perguntas precisam ser respondidas:

  • “Eu quero mesmo continuar seguindo nessa área?”
  • “Qual função eu gostaria de ter?”
  • “O que eu preciso fazer para chegar lá?”

 

Depois, crie um Plano de Desenvolvimento Individual (PDI). Ele vai te ajudar a chegar nos seus objetivos e aproveitar as oportunidades que aparecerem no caminho. 😊

Aqui explicamos o que é e como fazer um Plano de Desenvolvimento Individual.

Como se comportar na entrevista online? 4 boas práticas

O próximo passo para conquistar a tão sonhada recolocação no mercado de trabalho é fazer uma boa entrevista de emprego.

Em tempos de pandemia (e provavelmente após ela também), as empresas estão realizando o processo seletivo online para contratar novos funcionários. Considerando que o futuro do trabalho será híbrido, provavelmente essa é uma tendência que veio para ficar.

Então, se você estiver passando por esse momento e precisando de dicas de como se comportar em uma entrevista de emprego, vamos te mostrar algumas boas práticas.

Agora é preciso mostrar jogo de cintura para lidar com os desafios do home office e essa característica pode ser determinante para você se recolocar no mercado de trabalho e, consequentemente, alcançar sua estabilidade financeira.

Confira abaixo algumas boas práticas da entrevista de emprego online para ter atenção.

1. Estude sobre a empresa

Não é porque você não vai até o prédio da empresa que vai deixar de se informar sobre ela, não é mesmo?

Levante todos os dados importantes do lugar que você quer trabalhar: quantos funcionários tem? Qual é o público-alvo? Quais foram os últimos lançamentos?

Procure informações da companhia em meios oficiais como páginas em redes sociais, blogs e na imprensa. Se for possível, também teste os produtos e serviços oferecidos antes de falar com o recrutador, pois essas informações podem te ajudar a responder perguntas e testes.

Quanto mais bem informado você tiver, melhor você se sairá na entrevista online para o novo desafio.

2. Pense sobre a sua carreira antes da entrevista

O mundo está mudando, e é comum que nossas preocupações e anseios também se alterem nesse período. Por isso, antes de participar da entrevista, se pergunte o que você almeja para a sua carreira.

Liste quais são suas metas, os desafios que te movem, os valores que te impressionam, além de seus pontos fortes e fracos. Ter essas informações claras demonstra autoconhecimento, o que é essencial para quem está em busca de recolocação profissional.

3. Teste a plataforma da entrevista e simule a conversa

A entrevista de emprego online vai ser pelo Zoom, Google Hangouts, Skype, Microsoft Teams ou WhatsApp? Independentemente da plataforma escolhida pela empresa, o ideal é testar o serviço algumas horas antes do encontro.

Baixe o aplicativo em seu celular ou o programa no seu computador. Depois, escolha um cômodo da casa, teste a iluminação, e verifique se o áudio e som estão bons.

Quer uma dica? Dê preferência para o uso de fones de ouvidos ao invés do som do celular ou computador.

Isso feito, combine de ligar para um colega ou familiar e pergunte quais são as impressões sobre a conexão da internet, a iluminação do espaço e o som do seu microfone. Aproveite para testar as funcionalidades da ferramenta e se habituar a ela.

4. Tenha cuidado com os detalhes no dia da entrevista online

Arrume-se para a entrevista de emprego online como se fosse um evento presencial — é isso mesmo, nada de usar pijama!

Antes de o encontro começar, avise todos da casa que você estará em uma ligação importante e não poderá ser interrompido por alguns minutos.

Na hora da entrevista, mantenha contato visual e esqueça o WhatsApp, redes sociais, sites ou qualquer outra distração do ambiente. É um momento sério e sua postura será avaliada, então tenha foco total na conversa.

E, claro, preste atenção aos atrasos e falhas. A conexão caiu ou está ruim? Avise o entrevistador no começo da reunião e pergunte se há outra plataforma para vocês se conectarem em casos de falhas.

Acima de tudo, tenha calma e observe as expressões faciais do entrevistador para não interromper ninguém no meio de uma fala.

Conseguiu um contrato de trabalho temporário? Veja como ser efetivado

Seguiu as dicas de recolocação profissional, fez uma boa entrevista e conseguiu um emprego temporário? Agora vamos mostrar algumas dicas para conquistar a vaga fixa.

Para muitas pessoas, um trabalho com carteira assinada é sinônimo de contas pagas e vida financeira organizada.

Entretanto, já mostramos aqui que é possível cuidar bem do dinheiro tendo uma renda variável e que ser dono do próprio negócio também pode te permitir uma vida financeira estável.

Por isso, avalie suas reais motivações para ter a carteira assinada e deixe de lado a ideia de que só quem tem salário fixo tem poder sobre o dinheiro!

De qualquer forma, caso você esteja em um trabalho temporário e tenha interesse em ser efetivado, confira as dicas abaixo:

  • Leve seu trabalho temporário a sério
  • Cumpra as datas de entregas e horários
  • Trabalhe em equipe
  • Demonstre interesse
  • Peça feedbacks

 

Continue lendo e saiba mais.

Leve seu trabalho temporário a sério

Não é porque o seu tempo de serviço naquela empresa tem uma data oficial para terminar que você não vai dar o melhor de si em suas tarefas.

Aproveite a oportunidade e mostre que você se destaca entre os outros profissionais da sua área que estão buscando uma oportunidade de recolocação profissional. Que tal fazer sugestões de projetos e melhorias que tragam efeitos positivos a médio e longo prazo para a empresa?

Dessa forma, você terá mais chances de conquistar a confiança do seu chefe e aumentar as possibilidades de ser contratado quando surgir uma oportunidade.

Cumpra as datas de entregas e horários

O projeto tem uma data para ser entregue? Obedeça aos prazos e empenhe-se em cada tarefa para se mostrar responsável.

A pontualidade também é essencial na hora de chegar e sair do trabalho. Se na empresa existe um horário fixo para entrada, programe-se para evitar atrasos.

Além disso, tenha cuidado com as horas extras. Apesar de no primeiro momento parecer que você está sendo produtivo, o tiro pode sair pela culatra.

Afinal, a empresa pode optar por quem consegue produzir mais e melhor no horário estipulado por contrato, sem o pagamento de hora extra.

É claro que há imprevistos e muitas vezes as coisas podem acontecer fora do planejado. Nesse caso, avise ao seu gestor quanto antes sobre a situação. Lembre-se de que a comunicação é a chave de sucesso para qualquer relação profissional.

Trabalhe em equipe

Duas cabeças pensam melhor do que uma e as empresas sabem disso. Então, para você ter uma maior probabilidade de ser efetivado, mostre que você consegue trabalhar com outras pessoas.

Assim, vai provar ao seu gestor que respeita opiniões, divide aprendizados e é humilde para aprender com os colegas. Quem não quer trabalhar com alguém assim? 😉

Demonstre interesse

Outra forma de se destacar é se mostrar interessado pelas suas tarefas e demais atividades da empresa.

Um bom funcionário tem ao menos uma ideia de como funciona toda a cadeia produtiva da companhia. Isso ajuda tanto a vender os produtos e serviços quanto a desempenhar melhor a própria função.

Por isso, sempre busque saber um pouco mais sobre o lugar em que você quer ser contratado.

Cuidado: evite puxar saco ou pressionar as pessoas. O seu interesse não pode atrapalhar o trabalho dos outros, ok? O interesse deve ser espontâneo e genuíno.

Peça feedbacks

Você sabe como está indo o seu trabalho? Pergunte!

Peça constantemente feedbacks de chefes e colegas sobre suas atividades. Essas conversas te darão os insumos necessários para identificar onde você está mandando bem e quais tarefas precisam de mais atenção.

E mais: pedir feedback também é uma demonstração de humildade, afinal, não sabemos tudo e sempre temos algo a melhorar.

 

O que achou das dicas sobre recolocação profissional? Conta para a gente nos comentários se elas te ajudaram!

ilustração neon mulher cuidando do dinheiro com app

Cuide bem do seu dinheiro. Experimente o app Neon!

download app neon android
download app neon ios

Comentários