Logo_neon-degrade
ABRA SUA CONTA

Como fazer um bom perfil no LinkedIn e conquistar o emprego ideal

Time Neon

Fazer um bom perfil no LinkedIn serve como um poderoso ímã de oportunidades profissionais. Todos os dias, milhões de líderes, recrutadores e profissionais interagem nessa rede social, que já se tornou obrigatória para fazer networking.

Se você conseguir se destacar e promover sua imagem profissional, estará à frente dos possíveis concorrentes e terá muito mais chances de conquistar o emprego ideal.

Por isso, vamos ensinar como fazer um bom perfil no LinkedIn com dicas, sugestões de especialistas e tendências que vão revolucionar o seu marketing pessoal.

Continue lendo e fortaleça sua presença online!

Por que fazer um bom perfil no LinkedIn

Fazer um bom perfil no LinkedIn é uma forma de fortalecer sua marca pessoal e garantir a presença digital que tanto se valoriza hoje em dia. Afinal, estar na maior rede social de negócios do mundo é obrigatório para profissionais que valorizam o networking.

Atualmente, o LinkedIn tem nada menos que 675 milhões de usuários e 30 milhões de empresas, segundo o levantamento do Hootsuite de 2020.

Por meio da plataforma, é possível trocar experiências com outros profissionais da sua área, acompanhar as últimas novidades e tendências do mercado, e ainda encontrar as melhores oportunidades de emprego.

Além disso, a rede facilita a promoção dos seus projetos, experiências, formações e outras conquistas profissionais.

Tudo isso com a vantagem de ser visto por líderes, recrutadores e contatos valiosos para impulsionar sua carreira.

Como um bom perfil no LinkedIn abre portas

Muito além de servir como currículo e portfólio online, um bom perfil no LinkedIn abre portas para oportunidades únicas no mercado.

Para você ter uma ideia, 77% dos recrutadores usam o LinkedIn como principal canal para buscar e avaliar candidatos, segundo a pesquisa global Recruiter Nation Survey 2018 da Jobvite.

Com o recrutamento social em alta, as empresas usam a ferramenta Recruiter para encontrar talentos com pesquisas avançadas na rede social. Além de anunciar vagas, constroem uma rede de talentos e criam sua marca empregadora no LinkedIn.

Mesmo as empresas que usam outros canais para divulgar suas vagas, costumam usar o LinkedIn para checar o perfil dos candidatos. Muitas vezes o endereço do perfil na rede social costuma ser pedido antes mesmo de uma entrevista, ainda na fase de candidatura à vaga.

Por isso, se você está em busca de um emprego melhor e tem metas ambiciosas para a sua carreira, precisa de um perfil que se destaque na multidão online!

Erros que você deve evitar ao fazer perfil no LinkedIn

Antes de começar a fazer seu perfil no LinkedIn, é importante estar atento aos piores e mais comuns erros da rede social:

  • Usar foto de baixa qualidade, desatualizada ou casual demais;
  • Cometer erros de português no texto;
  • Não preencher campos essenciais como Título, Sobre e Competências;
  • Não criar uma URL personalizada;
  • Não incluir destaques no perfil;
  • Não detalhar atividades, projetos e experiências;
  • Exagerar no uso de clichês e jargões corporativos;
  • Falta de objetivos e coerência na carreira;
  • Conteúdo desatualizado e ausência de interações;
  • Ter recomendações que não parecem genuínas (claramente feitas por amigos, por exemplo);
  • Incluir qualquer informação falsa ou imprecisa.


Fugir desses erros é o primeiro passo para criar um perfil interessante e se destacar na rede social - mas ainda há muito trabalho pela frente, como veremos a seguir.

10 dicas para fazer um bom perfil no LinkedIn

O perfil campeão do LinkedIn é o mais completo, atrativo e repleto de engajamento possível, além de representar fielmente sua vida profissional.

Confira dicas valiosas para criar o seu 👀

1. Use sua melhor foto profissional

Você já ouviu que a primeira impressão é a que fica? Em um bom perfil do LinkedIn, o ideal é que sua imagem profissional esteja muito bem representada.

Mais do que tirar uma foto com câmera profissional, é importante pensar na expressão, composição, figurino e todos os aspectos que influenciam sua identidade na rede social de negócios.

De acordo com uma pesquisa do LinkedIn realizada em 2019 e publicada na revista Inc., perfis com fotos recebem 21 vezes mais visualizações, 9 vezes mais convites de conexão e 36 vezes mais mensagens na plataforma.

A dica da gerente de marketing digital do LinkedIn, Jane Flemming, é escolher uma foto de alta qualidade em que seu rosto ocupe pelo menos 60% da área da imagem.

Em seu artigo para o blog de marketing do LinkedIn de 2020, ela recomenda que os usuários se vistam como se estivessem no trabalho e “sorriam com os olhos” na hora de tirar a foto.

2. Não subestime a imagem de fundo

Adicionar uma imagem de fundo (background) também faz diferença no impacto visual do seu perfil no LinkedIn.

O ideal é escolher uma imagem que represente seu contexto profissional, como uma paisagem que representa seu trabalho, seu escritório (no caso de freelancers) ou uma foto sua dando uma palestra em um evento, por exemplo.

3. Faça do título sua apresentação (discurso de elevador)

O título é um dos campos que mais gera dúvidas entre usuários, e a maioria opta por colocar apenas seu cargo nessa área.

No entanto, o espaço pode ser aproveitado melhor com uma frase mais vendedora, como se fosse seu discurso de elevador - aquela apresentação rápida que vende sua ideia em menos de um minuto, capaz de convencer alguém em um encontro de elevador.

A dica é usar os 120 caracteres para informar seu cargo, empresa atual e resumir em poucas palavras o que você faz, por que você faz e o que te move.

Por exemplo, em vez de escrever apenas “Analista de SEO na Empresa X”, você pode ser mais criativo e usar algo como “Analista de SEO na Empresa X e especialista em transformar sites em ímãs de leads”.

4. Conte sua história no “Sobre”

O “Sobre” é o resumo da sua vida profissional e deve fazer jus a um bom perfil no LinkedIn. Por isso, use esse espaço para contar sua história profissional de forma que engaje e inspire.

A especialista em conteúdo Kate Reilly compartilhou algumas dicas valiosas para esta seção no blog de talentos do LinkedIn:

  • Descreva a paixão e o propósito que movem sua carreira;
  • Detalhe a missão e responsabilidades do seu cargo;
  • Explique sua trajetória e evolução;
  • Destaque suas conquistas e realizações;
  • Expresse sua personalidade no texto;
  • Conte um pouco das suas atividades fora do trabalho (Ex.: projetos pessoas e trabalho voluntário).

5. Enriqueça suas experiências e formação

Nas áreas de experiência e formação acadêmica do perfil, você pode ir além da descrição dos cargos e enriquecer o conteúdo com mídias.

O LinkedIn permite que você adicione imagens, apresentações, documentos e vídeos - uma grande oportunidade de mostrar o que você fez de melhor nas instituições e empresas pelas quais passou.

Aqui, vale ilustrar com projetos, trabalhos acadêmicos, certificados e o que mais for digno de um perfil campeão no LinkedIn.

6. Inclua todas as suas competências

Incluir mais de cinco competências no seu perfil pode gerar 17 vezes mais visualizações e 31 vezes mais mensagens, de acordo com a pesquisa do LinkedIn mencionada anteriormente.

Além disso, essas habilidades são usadas como filtros pelos recrutadores para localizar candidatos compatíveis com suas vagas no LinkedIn.

Para ter ainda mais credibilidade, você pode fazer os testes da rede social e ganhar um selo de aprovação exclusivo. 

Então, quando for preencher essa parte, não economize nas competências do LinkedIn.

7. Troque recomendações

As recomendações elevam seu perfil do LinkedIn a um novo patamar, pois mostram como você é valorizado e reconhecido pelas pessoas com quem trabalhou.

Por isso, adote a prática de trocar recomendações com colegas de trabalho, gestores, clientes e demais pessoas do seu círculo profissional.

8. Explore todas as oportunidades de se promover

Além das seções padrões do perfil, o LinkedIn oferece várias oportunidades para você se promover com outros conteúdos.

Ao selecionar a opção “Adicionar seção do perfil”, por exemplo, você terá acesso a itens como:

  • Trabalhos voluntários;
  • Licenças e certificados;
  • Competências;
  • Publicações;
  • Patentes;
  • Cursos realizados;
  • Projetos relevantes;
  • Reconhecimentos e prêmios;
  • Notas de provas;
  • Idiomas que você realmente domina;
  • Organizações e comunidades com as quais você se envolveu.

9. Produza conteúdo original

Produzir conteúdo original é uma das formas mais eficazes de garantir um perfil campeão no LinkedIn. Para isso, você pode usar a opção “Escreva um artigo” para criar seu próprio blog profissional e se tornar referência na sua área.

É assim que muitos profissionais se tornam influenciadores do LinkedIn e acabam disputados pelos recrutadores.

10. Interaja e mantenha o perfil atualizado

Por fim, não adianta fazer um bom perfil no LinkedIn se você não interagir frequentemente com suas conexões e manter a rede sempre atualizada.

O próprio site já notifica sobre os aniversários, mudanças de cargo, novos empregos e outros acontecimentos dos seus contatos – aproveite essas informações para marcar presença e deixar sua curtida e comentário.

Além disso, é importante atualizar as informações a cada novo projeto ou mudança na sua carreira, e também compartilhar artigos e conteúdos interessantes no seu feed.

E aí, anotou todas as dicas para fazer um bom perfil no LinkedIn? Então, conte quais você já seguia e contribua com mais ideias nos comentários. 

Leia mais:

+ Como mudar de carreira durante a pandemia

+ Guia de planejamento financeiro para quem não tem salário fixo

+ É preciso ter muito dinheiro para começar a investir?

Comentários