Logo_neon-degrade
ABRA SUA CONTA

Como continuar o Desafio 52 Semanas estando desempregado

Ana Gabriela Graças

Se você chegou até aqui é porque está buscando soluções para continuar o Desafio 52 Semanas mesmo sem ter um emprego.

Pois saiba que é possível e o segredo está nas pequenas economias; serão elas que te ajudarão a conseguir poupar semanalmente para o desafio.

Além disso, continue anotando tudo o que você está guardando para manter o ânimo ao longo da jornada! Para baixar a planilha do Desafio 52 Semanas é só clicar aqui:

BAIXAR KIT DO DESAFIO

Agora vamos às dicas que te ajudarão nessa jornada!

7 dicas para continuar o Desafio 52 Semanas mesmo desempregado

1. Faça um planejamento financeiro

Antes de mais nada, é fundamental que você coloque todas as suas contas na ponta do lápis. Se você não sabe ao certo como economizar dinheiro em um ano estando desempregado, talvez seja porque falte clareza sobre os seus gastos.

Por isso, comece organizando suas finanças e crie o hábito de acompanhar o seu orçamento de perto diariamente. Para te ajudar, nós criamos uma planilha gratuita de gastos para controle financeiro pessoal pronta para ser usada!

São duas versões: uma completa e uma simplificada. É só escolher qual você prefere!

BAIXAR PLANILHA COMPLETA

BAIXAR PLANILHA SIMPLIFICADA

Além disso, aqui separamos 7 dicas que vão te ajudar a organizar o orçamento familiar e definir o que é ou não prioridade. Isso permitirá que você e sua família mantenham os gastos sob controle, evitem dívidas e invistam no futuro.

2. Reveja o valor guardado toda semana

Quando te apresentamos o Desafio 52 Semanas, explicamos que você poderia começar poupando R$ 1 e ir aumentando R$ 1 por semana, começar com R$ 5 e ir aumentando R$ 5 por semana, ou também você poderia escolher um valor livre por semana ou mês para guardar.

Caso você tenha começado com um valor mais alto para poupar mais, mas a sua realidade financeira tenha mudado no caminho, não se preocupe: você não estará “trapaceando” caso precise rever quanto consegue separar toda semana.

Lembre-se: o objetivo do desafio é te ajudar a montar sua reserva de emergência e também a realizar seus sonhos, mas isso não deve ser um sofrimento. Então, organize seu orçamento primeiro e depois estipule um valor que cabe no seu cenário hoje. O importante é continuar poupando toda semana.

3. Mude seus hábitos de consumo

Será que sua conta de luz não poderia ser mais baixa se as luzes de cômodos vazios fossem apagadas? E os banhos demorados, dá para reduzir o tempo gasto neles? Aproveite esse momento de análise das finanças para mudar hábitos de consumo que costumam passar despercebidos.

Veja também aquelas cobranças automáticas que caem todo mês na sua conta, como planos de assinatura de TV, academia, plataformas de música e afins. Seja honesto com você mesmo e analise se tudo o que está sendo pago realmente é usado.

É melhor abrir mão de algumas coisas agora para não gastar à toa do que não conseguir guardar dinheiro para o seu futuro.

4. Evite compras supérfluas

Parece uma dica óbvia, mas não é. Afinal, como conseguir guardar dinheiro se ele é usado para prazeres momentâneos? Sabemos que é tentador comprar aquele produto que você quer há tanto tempo, mas talvez agora não seja o melhor momento.

Essa é uma situação temporária, então espere um pouco para gastar enquanto não há uma renda entrando. Por enquanto, foque apenas naquilo que realmente é fundamental para o seu dia a dia.

5. Renegocie suas dívidas (e não faça novas)

Você deve estar se perguntando: “Como juntar dinheiro em um ano se eu tenho tantas dívidas para pagar?”. Calma, essa situação é contornável. Procure seus credores, explique sua situação e veja como é possível renegociar suas dívidas ou conseguir algum desconto pagando à vista, por exemplo.

E, claro, não faça novas dívidas. Por isso é importante manter sua organização financeira em dia, para que assim você não corra o risco de perder o controle sobre seu dinheiro.

6. Pague no débito

Ao fazer compras no crédito, você está usando um dinheiro que não é seu e, neste momento, você não sabe ao certo quando terá uma renda para quitar esses gastos. Então, pague tudo no débito, pois assim você irá gastar apenas o dinheiro que realmente tem.

Mas, se você ainda tem despesas no crédito, está na hora de rever todas as taxas que você paga no seu cartão. Veja aqui quais são elas.

7. Faça uma renda extra

Esse é um bom momento para buscar alternativas para levantar um dinheiro a mais e ficar mais tranquilo com as contas que não param de chegar. Além disso, essa renda também poderá te ajudar no nosso desafio para juntar dinheiro.

Precisa de inspiração? Aqui separamos 6 ideias de como ganhar dinheiro extra para você começar a fazer isso hoje.

 

Agora você tem todas as ferramentas em mãos: a planilha do Desafio 52 Semanas, nossa planilha de gastos para controle financeiro e 7 dicas para continuar guardando dinheiro toda semana mesmo estando desempregado.

Gostou? Conta para a gente nos comentários como você está se saindo no desafio e compartilhe com a gente se você tem alguma outra dica para continuar poupando!

 

Leia também:

+ Planejamento financeiro: 6 sinais de que você está fazendo errado

+ Sabe o que são despesas variáveis? Veja 9 dicas para economizar nas suas

+ Organização financeira pessoal: como se manter focado e mudar hábitos

Comentários