Logo_neon-degrade
ABRA SUA CONTA

3 dicas de Warren Buffett, um dos maiores investidores do mundo

Mariana Lima

Você já ouviu falar em Warren Buffett? O bilionário americano é considerado por muitos como o “guru” do mundo dos investimentos e muitas pessoas escutam os seus conselhos antes de fazer alguma movimentação com o seu dinheiro.

Ele é amigo próximo de vários bilionários bem-sucedidos, como o Bill Gates (fundador da Microsoft) e um dos homens mais ricos do mundo. E tem uma legião de fãs em diferentes partes do planeta.

Mas o que ele sabe que o faz tão especial? Por que ele é tão adorado no mundo dos investimentos? E o que é o jeito Warren Buffett de investir?

Vamos te contar um pouco sobre a história dele e alguns ensinamentos que o consagraram no mercado financeiro. Segue a leitura!

Quem é Warren Buffett?

Um dos maiores investidores do mundo, Buffett também está na pequena lista dos bilionários do planeta.

Para se ter uma ideia, em 2019 a sua fortuna era avaliada em US$ 90 bilhões, grande parte por conta do seu sucesso no mundo dos investimentos.

Ele é presidente e principal acionista da empresa de investimentos Berkshire Hathaway. Criada na década de 1960, a Berkshire Hathaway é dona de papéis de várias companhias importantes como Apple – fabricante do iPhone -, Coca-Cola, Visa e Kraft-Heinz.

A empresa é conhecida por antecipar tendências e, assim, comprar as ações das principais empresas do mundo.

Como ele começou a investir?

Nem sempre Buffett foi rico, mas sua história de vida o transformou em uma espécie de oráculo para muitos investidores.

O especialista nasceu nos Estados Unidos durante a época da Grande Depressão, filho de uma editora e de um corretor de ações, que abriu a própria empresa de investimentos depois que perdeu o emprego.

Inspirado no trabalho do pai, desde criança Buffett procurava formas de ganhar dinheiro rápido.

Primeiro, começou a entregar jornais na vizinhança. Depois que conseguiu os clientes, passou a vender outras coisas como chicletes, refrigerantes e o que mais agradasse a clientela.

Como demorava para ganhar dinheiro, Buffett foi buscar na biblioteca pública livros que dessem dicas para aumentar o valor do seu cofrinho. E foi assim que leu, aos sete anos, o livro “1.000 formas de ganhar US$ 1.000”, de Frances Mia (o livro que mudou a sua vida).

A leitura empolgou o menino, que começou a juntar dinheiro para investir na Bolsa de Valores. Aos 13 anos, ele comprou as primeiras ações: três papéis da Cities Services (Citgo), dona de refinarias e infraestrutura de distribuição de combustível.

Como ele ficou rico?

Com o tempo, Buffett aperfeiçoou os estudos na área de negócios, quando fez faculdade e mestrado no mundo dos investimentos.

Foi na faculdade que ele aprendeu sobre oratória, o que ajudou a fundar sua primeira empresa de investimentos e encontrar sócios que levaria para vida.

Durante esse período, Buffett criou um modelo próprio de investimento que até hoje é copiado por investidores de diferentes portes no mundo.

O jeito Warren Buffet de investir

Ficando cada vez mais famoso no mundo financeiro, o especialista começou a dar pistas de como fazia seus investimentos serem tão rentáveis.

Buffett defende que os juros compostos são os principais aliados do investidor e diz que observa os momentos de baixa nas bolsas de valores, para comprar ações de empresas que acredita no futuro. Depois, evita mexer na carteira de investimentos e não se desespera com as oscilações normais do mercado financeiro.

Para saber quais empresas valem a pena terem suas ações compradas quando estão em baixa, Warren Buffett faz um longo estudo sobre a companhia. Ele avalia os balanços e resultados dos últimos anos, a gestão que está à frente da empresa, o mercado que ela atua e os produtos que lança.

Além dos documentos oficiais, o especialista também investe um tempo do seu dia para aprender. Seja estudando mais sobre o mercado financeiro ou conferindo as últimas notícias nos jornais e sites de credibilidade.

A criação de um império

Os níveis de acertos de Buffett são tão expressivos que ele é chamado de “guru dos investimentos” e as movimentações de sua empresa inspiram centenas de investidores no mundo.

Assim, quando Buffett vende ou compra ações de uma determinada companhia, é comum que centenas de pessoas façam o mesmo movimento. E quando ele declara que alguma empresa é inovadora, o valor das ações dispara.

Apesar desse poder, o bilionário não gosta da ideia de “efeito manada”. E defende que cada investidor estude bastante e crie a própria estratégia para o seu dinheiro e, assim, não caia em roubada.

Para facilitar, ele definiu três dicas que um bom investidor deve ter:

  1. Seja realista – Identifique quais conhecimentos você realmente tem e perceba os pontos que você tem a melhorar. Ninguém sabe tudo 100%. Se especialize em algumas áreas e aposte em empresas desses segmentos.
  2. Tenha fome de conhecimento – Estudar nunca será o bastante se você quer virar um grande investidor e viver disso. Isso porque o mercado está sempre mudando, assim como as tendências de consumo. É preciso estudar sempre e ficar constantemente bem informado.
  3. Não acompanhe o bando – Sabe quando todo mundo está comprando a ação de determinada empresa? Não faça isso só para acompanhar a maioria. Warren Buffett defende que você se especialize em determinados segmentos e aposte neles. Só assim você terá sucesso nos seus empreendimentos.

 

E aí, gostou de saber um pouco mais sobre o guru dos investimentos?

Lembrando que as dicas de Warren são para renda variável, que não é aconselhável para quem precisa de estabilidade e sacar o dinheiro a qualquer momento.

Se você está começando agora no mundo dos investimentos, escolha uma aplicação em renda fixa, como o CDB da Neon. Você pode ter um CDB Neon através do app, investindo a partir de R$ 10 e sacar o valor quando quiser – inclusive aos fins de semana e fora do expediente bancário. Legal né?

Para saber mais sobre renda fixa e sobre como funciona o CDB Neon, clique aqui!

Leia mais:

+ Rendimento da poupança: descubra quanto é

+ 5 filmes sobre mercado financeiro que você precisa ver

+ 5 aplicativos para você acompanhar seus investimentos

Comentários