Logo_neon-degrade
ABRA SUA CONTA

O que é day trade: entenda como funciona essa operação na bolsa

Time Neon

Se você quer aprender o que é day trade e por que se fala tanto nesse tipo de operação, chegou ao lugar certo.

Para começar, esqueça aquele estereótipo do trader que fica milionário da noite para o dia com o mínimo esforço e algumas “jogadas de mestre”.

Na verdade, fazer operações de curto prazo com ações está mais próximo de um trabalho complexo e extremamente técnico, que exige muita dedicação, conhecimento e disposição para correr riscos.

E, da mesma forma que é possível ter bons ganhos, também há grandes chances de amargar prejuízos.

Então, antes de se aventurar na bolsa, é melhor entender o que é day trade e como funciona essa operação.

Continue lendo e desvende o mercado de ações.

O que é day trade

Não é difícil entender o que é day trade: uma operação de compra e venda de ações de uma mesma empresa que é realizada em um único pregão da bolsa de valores — ou seja, no mesmo dia.

Essa negociação pode durar horas ou poucos minutos e é realizada pelos chamados “traders”. O objetivo é comprar os ativos pelo menor preço possível e vendê-los pelo maior preço possível, lucrando com as oscilações de curto prazo das ações na bolsa.

Por exemplo, você pode comprar uma ação da Petrobras às 10h por R$ 20 e aproveitar uma valorização para vendê-la às 16h por R$ 25 — o que representa uma operação de day trade com lucro (bruto) de R$ 5 por papel.

Logo, quem faz day trade não está interessado em se tornar acionista e ganhar com o crescimento das empresas a médio e longo prazo, mas sim em aproveitar a volatilidade do mercado para obter retornos rápidos.

Obviamente, essa é uma atividade de alto risco, já que o sobe e desce dos preços das ações é constante e, muitas vezes, imprevisível.

Por isso, os day traders costumam ser investidores experientes e arrojados, com uma boa tolerância ao risco e conhecimento aprofundado sobre a dinâmica da bolsa de valores.

Como funciona o day trade

Para entender o que é day trade e como funciona, primeiro você precisa conhecer o funcionamento da bolsa.

Você se lembra quando os pregões eram realizados presencialmente com milhares de engravatados gritando em um salão? Essa era a bolsa de valores dos anos 1990, antes da digitalização.

Nessa época, os traders faziam suas negociações no “viva voz”, ou seja, ganhava quem conseguia falar mais alto e levar as melhores ações.

Então, em 1999 surgiu o sistema Home Broker, que hoje é usado pelos investidores para acessar o ambiente digital da B3, a Bolsa de Valores oficial do Brasil, e negociar ativos sem sair de casa.

Da mesma forma que nos pregões antigos, os traders acompanham a cotação das ações em tempo real, mas pela tela do computador ou smartphone.

Assim, eles conseguem analisar as tendências de queda ou alta nos preços e traçar suas estratégias de compra e venda no mesmo dia.

Lembrando que ações são a menor parte do capital social das empresas, as quais dão aos acionistas direitos de participação nos resultados do negócio — sejam positivos ou negativos.

Logo, a bolsa funciona como um ponto de encontro entre empresas que precisam captar recursos e investidores interessados em se tornar acionistas.

Mas, para o day trader, o que realmente importa é comprar as ações quando estão em baixa e vender quando estão em alta, sem a pretensão de manter os ativos na carteira e lucrar com o desempenho da empresa a longo prazo.

Quem pode fazer day trade

Antes, apenas investidores profissionais operavam com day trade, mas essa estratégia vem se tornando mais popular com a abertura do mercado financeiro e com o maior acesso à informação.

Na prática, qualquer pessoa pode abrir uma conta em uma corretora de valores e acessar o Home Broker para negociar ações em um único dia.

Mas, como o risco de perder dinheiro é grande, é preciso ter o perfil certo e tempo livre para se dedicar ao day trading.

Basicamente, o day trader precisa:

  • Ter tempo para ficar de olho nas cotações durante todo o pregão (de segunda a sexta, das 10h às 17h)
  • Ser capaz de detectar rapidamente oportunidades e ameaças de negócio
  • Conhecer os métodos da análise técnica para acompanhar os gráficos e identificar tendências nas movimentações do mercado
  • Ter alta tolerância ao risco e um perfil de investidor arrojado
  • Saber lidar com operações de caráter especulativo
  • Ter experiência e conhecimento aprofundados nas dinâmicas da renda variável
  • Ter uma estratégia para ganhos a longo prazo além das operações diárias

 

Esses são alguns requisitos básicos para ter sucesso no day trade e conquistar ganhos acima da média na bolsa.

Diferença entre day trade, swing trade e position trade

O day trade é apenas uma das estratégias possíveis para operar na bolsa de valores, ao lado do swing trade e position trade.

O swing trade é uma das operações mais comuns, que consiste em monitorar tendências por mais de um dia com o objetivo de lucrar conforme as ações se movimentam.

Nesse caso, os investidores analisam o comportamento e histórico das ações, fatores macroeconômicos e outros critérios para decidir qual o melhor momento para comprar ou vender ações.

Geralmente, essas operações levam entre três dias e algumas semanas, caracterizando o swing trade como uma atividade de curto e médio prazo.

Já o position trade tem uma janela de operação um pouco mais longa, pois o investidor compra as ações e não determina uma data específica para a venda.

Nessa estratégia, o objetivo é lucrar o máximo possível com o passar do tempo, apostando na valorização dos papéis.

Há ainda uma estratégia de longuíssimo prazo chamada “buy and hold”, que é recomendada por grandes investidores como Warren Buffet e consiste em comprar e segurar ações por vários anos para construir um patrimônio sólido.

Investidores que adotam essa tática costumam manter ações por mais de 10 anos e usam a análise fundamentalista para identificar as empresas com potencial de crescimento sustentável a longo prazo.

De todas as estratégias, o day trade é o que exige maior dedicação e experiência do investidor, já que as operações são muito rápidas e é preciso estar atento ao mínimo movimento dos papéis.

Além disso, as operações feitas no mesmo dia têm algumas características exclusivas, como a possibilidade de alavancagem e tributação diferenciada.

Vantagens e desvantagens de fazer day trade

Se você está pensando em operar com day trade, é melhor conhecer bem as oportunidades e os riscos dessa estratégia antes de colocar seu dinheiro em jogo.

Confira as principais vantagens e desvantagens.

Vantagens

Tem alto potencial de ganho

No mundo dos investimentos, onde há alto risco, também há um alto potencial de ganho.

Por isso tantas pessoas buscam o day trade: elas são atraídas pela oportunidade de ter lucros acima da média e, em alguns casos, viver da bolsa.

Mas é claro que é preciso se dedicar muito, estudar o mercado a fundo e estar disposto a correr riscos para ganhar dinheiro com operações de curto prazo.

Permite a alavancagem

A alavancagem é uma das grandes vantagens do day trade, que consiste em operar na bolsa com um capital bem maior do que o que você realmente possui para aumentar a rentabilidade.

Na prática, funciona como um limite que a corretora oferece para as operações, que pode ser de até 50 vezes o patrimônio real que você tem na conta.

Por exemplo, se você tem R$ 10 mil com a corretora e ela permite operar alavancado em até 10 vezes, significa que você pode negociar até R$ 100 mil em ações, mesmo sem ter o dinheiro.

Supondo que você tenha um lucro de 11%, no fim do dia, cairão R$ 11 mil na sua conta — mas, se houver prejuízo, você terá que pagar essa diferença, que pode ser muito maior do que o seu caixa.

Oferece mais agilidade

Outro benefício do day trade é ter mais agilidade para explorar as oportunidades imediatas da bolsa.

Assim, você não fica exposto ao risco de mercado por muito tempo e não precisa se preocupar com fatores que ocorrem após o pregão (ex.: um escândalo de corrupção que derruba as ações de uma empresa ou uma crise inesperada).

Desvantagens

Os riscos de perder dinheiro são altos

Como vimos, o alto potencial de lucro do day trade é proporcional ao risco que você corre ao operar no curto prazo.

Afinal, basta um movimento inesperado do mercado para frustrar sua negociação e dar prejuízo — principalmente se você estiver operando alavancado.

Para você ter uma ideia, 97% dos investidores perdem dinheiro com o day trade, enquanto apenas 0,4% lucram mais de R$ 300 ao dia, de acordo com um estudo de pesquisadores da USP e FGV publicado em 2020 na CNN Brasil.

Por isso, para quem está começando a investir na bolsa, o indicado é utilizar estratégias de longo prazo e fugir dos altos riscos das operações diárias.

Os impostos são mais caros

O Imposto de Renda sobre o day trade é de 20% sobre o lucro, enquanto as outras operações têm incidência de 15%.

Além dessa carga tributária mais pesada, o day trader também pode ter custos de corretagem mais altos devido ao grande número de operações diárias.

Exige dedicação integral

Por fim, para conseguir alcançar objetivos com o day trade, o investidor precisa dedicar boa parte do seu tempo às operações na bolsa.

Isso significa passar horas sem desviar os olhos da tela — ou lançar mão de robôs, algoritmos e sistemas que ajudam no monitoramento —, estudar continuamente o assunto e estar ligado em todas as notícias e gráficos do mercado.

Por isso, nem adianta pensar em fazer day trade “nas horas vagas” ou “para fazer uma renda extra”, porque o trabalho exige dedicação em tempo integral e muito foco.

Se você está começando no mercado financeiro, recomendamos que você domine primeiro a renda fixa e só depois se aventure na renda variável — veja como começar a investir na bolsa com mais segurança.

 

Entendeu o que é day trade e por que só os mais experientes se arriscam? Comente o que achou da operação e se está pensando em investir em ações.

 

Você também poderá gostar:

+ É preciso ter muito dinheiro para começar a investir?

+ 8 cursos gratuitos que vão te ensinar sobre investimentos

+ 3 dicas de Warren Buffett, um dos maiores investidores do mundo

Comentários