Logo_neon-degrade
ABRA SUA CONTA

Está com o CPF irregular? Veja como regularizar o CPF

Ana Gabriela Graças

Saber como regularizar o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) é importante não apenas para manter sua situação cadastral em dia, mas também porque aqueles que irão receber o auxílio emergencial e não fazem parte do Bolsa Família precisam estar com o nome em ordem.

Para te ajudar, aqui vamos explicar todos os detalhes a respeito do assunto:

 

Quer saber mais?

Então continue lendo e confira!

Quais são os riscos de não regularizar o CPF?

Com o CPF irregular você não consegue abrir uma conta corrente, poupança ou digital, não pode solicitar nem receber o auxílio emergencial, não consegue fazer empréstimos, tirar passaporte, participar de concursos públicos e receber sua aposentadoria.

Além disso, pessoas sem CPF regular não conseguem comprar ou vender imóveis, fazer financiamentos e nem receber prêmios de loteria. E mais: algumas empresas podem optar por não contratar pessoas com CPF irregular, dependendo das diretrizes da instituição.

Por isso, crie o hábito de acompanhar o seu CPF com frequência para evitar que seu nome fique comprometido por muito tempo.

CPF irregular significa que o nome está sujo?

Não, pois ter o CPF irregular tem a ver com sua situação cadastral perante a Receita Federal, enquanto o nome sujo está atrelado aos órgãos de proteção ao crédito, como Serasa, SPC Brasil e Boa Vista SCPC, que mostram quais são as pessoas que estão endividadas ou inadimplentes.

Por isso, o CPF irregular não tem nada a ver com dívidas, mas estar com o nome sujo sim. Inclusive, aqui explicamos como você pode limpar o seu nome.

Como consultar o CPF para saber se ele está regular?

A consulta do CPF deve ser feita no site da Receita Federal. Ao entrar na página, basta inserir o número do documento, sua data de nascimento, clicar no campo “Não sou um robô” e então em “Consultar”.

Clique aqui para acessar a página da Receita Federal para consultar a situação do seu CPF.

Em seguida, aparecerá um comprovante com os seguintes campos:

  • Nº do CPF
  • Nome
  • Data de nascimento
  • Situação cadastral
  • Data da inscrição
  • Dígito verificador

 

A informação que você procura é a “Situação cadastral” e neste campo você poderá se deparar com as seguintes informações:

  • Regular
  • Pendente regularização
  • Suspenso
  • Divergência entre documentos
  • Cancelado
  • Nulo
  • Titular falecido

 

Explicaremos todos os detalhes sobre cada um desses pontos a seguir para que você saiba como proceder nos respectivos casos.

Como regularizar o CPF de acordo com sua situação cadastral

No site da Receita Federal você encontra um espaço chamado “Meu CPF”. Nele é possível ter acesso a todos os passos que vamos mostrar a seguir e você pode atualizar a situação do CPF com rapidez.

Para a maioria dos casos vale uma observação: apesar de ser possível regularizar o CPF pela internet, em alguns casos pode ser necessário comparecer a uma unidade de atendimento da Receita Federal em até 90 dias contados a partir do pedido de regularização, então fique atento a isso.

Caso você perca o prazo, a solicitação será automaticamente cancelada. De qualquer forma, durante o processo você será informado se precisa ou não comparecer presencialmente.

Veja a seguir a explicação de como proceder de acordo com as respectivas situações cadastradas mencionadas anteriormente.

CPF regular

Isso significa que está tudo certo com o seu cadastro com a Receita Federal! Porém, de qualquer forma é válido que você cheque se todas as informações estão corretas para evitar qualquer problema futuro.

Caso precise atualizar algum dado, o link para alteração de dados cadastrais no CPF no site da Receita Federal é esse aqui.

CPF pendente regularização

Esse status significa que alguma declaração de Imposto de Renda dos últimos cinco anos que era obrigatória não foi entregue.

Nesse caso, para regularizar o CPF é preciso entregar a declaração pendente. No site do eCAC você consegue verificar qual é a declaração que não foi entregue.

CPF suspenso

Ter o CPF suspenso significa que seu cadastro apenas está incompleto ou com algum erro, mas não existe nenhuma declaração de IR pendente.

É justamente para evitar essa situação que é preciso ter atenção se os seus dados estão corretos.

Normalmente alguma inconsistência é encontrada no nome, data de nascimento, nome da mãe ou Título Eleitoral, pois a Receita Federal cruza os seus dados com o banco de informações da Justiça Eleitoral — inclusive, quem não votou e não regularizou sua situação também fica com o CPF suspenso.

Para regularizar sua situação, preencha no site da Receita Federal o pedido de regularização de CPF.

Se o sistema gerar um protocolo de atendimento, então você precisará enviar seus documentos para a Receita Federal por e-mail. Aqui há uma explicação detalhada de como cada documento deve ser apresentado.

Cada estado tem um e-mail específico, confira a lista abaixo:

  • Acre - atendimentorfb.02@rfb.gov.br
  • Alagoas - atendimentorfb.04@rfb.gov.br
  • Amapá - atendimentorfb.02@rfb.gov.br
  • Amazonas - atendimentorfb.02@rfb.gov.br
  • Bahia - atendimentorfb.05@rfb.gov.br
  • Ceará - atendimentorfb.03@rfb.gov.br
  • Distrito Federal - atendimentorfb.01@rfb.gov.br
  • Espírito Santo - atendimentorfb.07@rfb.gov.br
  • Goiás - atendimentorfb.01@rfb.gov.br
  • Maranhão - atendimentorfb.03@rfb.gov.br
  • Mato Grosso - atendimentorfb.01@rfb.gov.br
  • Mato Grosso do Sul - atendimentorfb.01@rfb.gov.br
  • Minas Gerais - atendimentorfb.06@rfb.gov.br
  • Pará - atendimentorfb.02@rfb.gov.br
  • Paraíba - atendimentorfb.04@rfb.gov.br
  • Paraná - atendimentorfb.09@rfb.gov.br
  • Pernambuco - atendimentorfb.04@rfb.gov.br
  • Piauí - atendimentorfb.03@rfb.gov.br
  • Rio de Janeiro - atendimentorfb.07@rfb.gov.br
  • Rio Grande do Norte - atendimentorfb.04@rfb.gov.br
  • Rio Grande do Sul - atendimentorfb.10@rfb.gov.br
  • Rondônia - atendimentorfb.02@rfb.gov.br
  • Roraima - atendimentorfb.02@rfb.gov.br
  • Santa Catarina - atendimentorfb.09@rfb.gov.br
  • São Paulo - atendimentorfb.08@rfb.gov.br
  • Sergipe - atendimentorfb.05@rfb.gov.br
  • Tocantins - atendimentorfb.01@rfb.gov.br
  • Exterior (apenas CPF) - cpf.residente.exterior@rfb.gov.br

 

Veja aqui quais são os demais canais de atendimento da Receita Federal.

Há também a possibilidade de regularizar o CPF suspenso indo até uma agência do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal ou Correios. Porém, nesse caso há um custo de R$ 7 pela operação, enquanto pela internet é gratuito.

De qualquer forma, por conta da pandemia a Receita Federal orienta que os contribuintes optem por fazer o processo online.

CPF com divergência entre documentos

Nessa situação será necessário preencher o formulário da Receita Federal de alteração de dados cadastrais no CPF.

Depois, basta aguardar para que a solicitação seja processada e seus dados fiquem atualizados.

CPF cancelado

Ter o CPF cancelado significa que a Receita Federal constatou multiplicidade de inscrições, ou seja, cadastros repetidos com o mesmo número de CPF.

Além disso, o documento também pode ter sido cancelado por decisão administrativa ou judicial, assim como no caso de perda ou roubo de documentos.

Infelizmente nesses casos não é possível regularizar o CPF. É preciso entrar em contato com a Receita Federal para entender como solucionar a sua situação especificamente ou então obter um novo número de CPF.

CPF nulo

A situação cadastral “Nulo” significa que uma fraude foi constatada na inscrição do CPF e ele foi anulado. Entre em contato com a Receita Federal para averiguar o que aconteceu e solucionar a situação.

CPF com titular falecido

Por fim, quando for constatado o falecimento do contribuinte, o status passará a ser de “Titular falecido”.

Quais são os documentos necessários para regularizar o CPF?

De acordo com a Receita Federal, a lista de documentos necessários para regularizar o CPF pode mudar um pouco de acordo com o interessado.

Veja abaixo.

Maior de 16 anos

  • Documento de identificação do contribuinte, que comprove naturalidade, filiação e data de nascimento (ex: carteira de identidade)
  • Número de inscrição no CPF
  • Para brasileiros com idade dos 18 aos 69 anos: título de eleitor, protocolo de inscrição ou qualquer outro documento que comprove o alistamento eleitoral ou certidão da Justiça Eleitoral atestando a inexistência da obrigatoriedade do alistamento eleitoral

Menor de 16 anos, tutelado, curatelado ou outra pessoa sujeita à guarda judicial

  • Documento de identificação do menor, tutelado, curatelado ou de outra pessoa física sujeita à guarda judicial, que comprove naturalidade, filiação e data de nascimento (ex: carteira de identidade, certidão de nascimento)
  • Documento de identificação de um dos pais, tutor, curador ou responsável pela guarda em virtude de decisão judicial
  • Documento que comprove a tutela, curatela ou responsabilidade pela guarda, conforme o caso, de incapaz ou interdito
  • Número de inscrição no CPF

Pedido de regularização feito por procurador

  • Documentos dos itens citados acima, conforme o caso
  • Documento de identificação do procurador
  • Documento do procurador que comprove sua inscrição no CPF
  • Instrumento público de procuração, ou instrumento particular com firma reconhecida — o instrumento público de procuração lavrado no exterior ou o instrumento particular com firma reconhecida no exterior devem ter sua validade reconhecida por repartição consular brasileira

Pedido de regularização feito em representação diplomática brasileira

 

Após enviar os documentos para a Receita Federal você poderá acompanhar a situação do seu pedido de regularização aqui ou consultar a sua situação cadastral para verificar se ela foi atualizada.

 

O que achou das informações sobre como regularizar o CPF? Conta para a gente nos comentários!

ilustração neon mulher cuidando do dinheiro com app

Cuide bem do seu dinheiro. Experimente o app Neon!

download app neon android
download app neon ios

Comentários