Logo_neon-degrade
ABRA SUA CONTA

Principais benefícios do empreendedorismo digital (GUIA)

Time Neon

Você sabe quais são os principais benefícios do empreendedorismo digital?

Sim, ganhar dinheiro pela internet é o mais óbvio, mas há muitos outros motivos - e oportunidades - para você ter seu negócio online.

Se antes os empreendedores esbarravam em problemas como alto risco, custos proibitivos e dificuldade em abrir uma empresa, a era digital facilitou todo o processo.

Por isso, reunimos as vantagens de empreender online para inspirar você a seguir esse caminho e conquistar sua independência.

Siga a leitura e descubra se o empreendedorismo digital vale a pena.

Quais são os principais benefícios do empreendedorismo digital: a dúvida dos iniciantes

Antes de começar um negócio online, todos se perguntam quais são os principais benefícios do empreendedorismo digital.

Afinal, há cada vez mais oportunidades para empreender na internet, mas também muitas dúvidas sobre os primeiros passos.

De acordo com o relatório Empreendedorismo no Brasil 2018, realizado pelo Sebrae em parceria com o Global Entrepreneurship Monitor (GEM), dois em cada cinco brasileiros adultos são empreendedores.

Isso significa que 38% da população administra seu próprio negócio ou está envolvida no planejamento e estruturação de uma nova empresa.

Além disso, 33% dos brasileiros afirmam ter o sonho de empreender e conquistar sua independência financeira.

Não à toa, a consultoria McKinsey classificou o Brasil como “um país de empreendedores” no evento Brazil at Silicon Valley, conforme publicado na PEGN.

Ao mesmo tempo, os números do e-commerce só apontam para o sucesso: o crescimento foi de 12% no primeiro semestre de 2019, com 20% mais pedidos e R$ 65,2 milhões em vendas, segundo o relatório Webshoppers 40 publicado pela Ebit|Nielsen.

Ou seja: há um mercado promissor a ser explorado pelos empreendedores digitais, que podem lucrar em vários segmentos.

Você pode, por exemplo, abrir uma loja virtual, vender infoprodutos (cursos, e-books e vídeos) ou mesmo criar seu projeto de conteúdo por meio de um site, blog e/ou mídias sociais.

Vamos explorar mais a fundo o que você tem a ganhar nesse mercado.

9 dos principais benefícios do empreendedorismo digital

Depois de saber quais são os principais benefícios do empreendedorismo digital, você vai se animar para criar seu negócio online!

Quer apostar?

Então confira nossa lista com 9 argumentos decisivos:

1. Amplo alcance de audiência

Um dos principais benefícios do empreendedorismo digital é a possibilidade de alcançar muito mais pessoas, para além das fronteiras geográficas.

Ao abrir um e-commerce, por exemplo, você pode vender para todo o Brasil e até mesmo para outros países, enquanto uma loja física estaria limitada à sua região.

Hoje, já contamos com 126,9 milhões de brasileiros que acessam a internet regularmente, de acordo com o último levantamento do IBGE de 2018, publicado no G1.

Desses, 44,7 milhões (34%) fizeram compras online em 2018 e 40,8 milhões (32%) contrataram serviços pela internet.

Ou seja: público-alvo não deve ser problema para o seu negócio digital.

2. Disponibilidade 24 horas

Outra vantagem exclusiva da web é manter seu negócio funcionando 24 horas por dia.

Ainda que você tenha uma central de atendimento durante o horário comercial, por exemplo, o sistema da loja virtual continua vendendo e registrando pedidos em qualquer período.

Da mesma forma, conteúdos podem ser acessados a qualquer momento e você ainda pode automatizar o atendimento com e-mails automáticos, chatbots e outros recursos.

Assim, o horário de funcionamento nunca mais será um limitador dos seus ganhos.

3. Flexibilidade na gestão

Ao sondar quais os principais benefícios do empreendedorismo digital, muitos empresários são atraídos pela flexibilidade. Afinal, você pode gerenciar um negócio online sozinho, a qualquer hora e lugar.

Não é preciso estar presente em um espaço fixo como um escritório: é só ter uma conexão à internet para administrar seu site, blog ou mídias sociais. Logo, você pode até mesmo levar um estilo de vida nômade digital, se quiser.

4. Facilidade para começar

Os negócios digitais envolvem menos burocracia e um planejamento mais simples, em comparação com as empresas tradicionais.

Enquanto uma empresa física exige processos como obtenção de alvará de funcionamento, aluguel de espaço e contratação de funcionários, um empreendimento digital só precisa de um site e um CNPJ.

É claro que você vai precisar de um bom plano de negócio, mas em poucas semanas é possível colocar um site em operação, uma vez que existem inúmeras plataformas com templates prontos para usar. Logo, você mesmo pode configurar sua loja, site, blog ou marketplace, sem precisar contratar um desenvolvedor.

Apenas lembre-se: os caminhos mais fáceis são bons para iniciantes, mas, conforme o negócio for crescendo, você precisará de sistemas mais robustos para sustentar suas vendas.

5. Baixo capital inicial

Além de ser mais fácil planejar seu negócio online, o início também tem custos muito mais baixos do que os de uma empresa comum.

Seu capital inicial será investido, basicamente, na formalização da empresa, desenvolvimento do site e criação da marca.

Outros custos comuns são o aluguel do espaço para armazenamento de produtos (se necessário) ou sala comercial, contratação de serviços de contabilidade e investimentos em marketing digital para impulsionar o lançamento.

Mesmo assim, ainda fica muito mais barato do que montar um estabelecimento físico, com todos os custos de aluguel, licenças, alvarás e demais recursos.

6. Formalização simplificada

Outro ponto importante do empreendedorismo digital é a formalização simplificada, já que é possível abrir um negócio online se registrando como MEI (Microempreendedor Individual).

Nessa modalidade, você paga um imposto único mensal e não precisa nem de contador para abrir a empresa, mas tem um teto de faturamento de R$ 81 mil ao ano (R$ 6.750,00 por mês, em 2019).

Também é exigido que a atividade se encaixe na lista do CNAE (Cadastro Nacional de Atividades Econômicas), que pode ser consultada no Portal do Empreendedor. 

Agora, se você vai prestar serviços ou exercer uma atividade intelectual, o caminho é se formalizar como EI (Empresário Individual), ME (Microempresa), EIRELI (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada) ou EPP (Empresa de Pequeno Porte).

Lembrando que a formalização é essencial para emitir nota fiscal aos seus clientes e atuar de forma profissional no mercado.

7. Aprendizagem na prática

Se você sempre quis abrir um negócio, mas tem medo de um possível fracasso, o empreendedorismo digital é uma alternativa menos arriscada.

Graças aos custos mais baixos e amplas possibilidades de empreender online, você não precisa fazer grandes investimentos e pode aprender na prática.

Ao abrir uma loja virtual, por exemplo, você pode alugar um espaço em um marketplace, assinar uma plataforma ou começar vendendo pelas mídias sociais, testando o potencial do negócio antes de investir em um site próprio.

8. Divulgação criativa e de baixo custo

O marketing digital traz inúmeras estratégias de baixo custo e alto potencial para divulgar seu negócio pela web.

Com uma simples captação de potenciais clientes, você pode criar uma lista segmentada e alavancar suas vendas com e-mails marketing criativos.

Já o marketing de conteúdo permite que você atraia mais clientes com blog posts, publicações em mídias sociais, e-books, webinars e demais conteúdos originais.

Ao aplicar as estratégias de SEO (Search Engine Optimization, na sigla em inglês), você otimiza seu conteúdo para os motores de busca e pode alcançar as primeiras posições do Google para as palavras-chave relacionadas ao seu negócio.

Da mesma forma, é possível investir em links patrocinados para atrair mais tráfego e atingir o público certo, que já está buscando pelos seus produtos ou serviços na internet.

Com certeza, essas táticas saem muito mais baratas do que um orçamento de marketing tradicional, envolvendo altos custos de mídias de massa e serviços de publicidade.

9. Possibilidade de segmentação

Já falamos sobre a abrangência do público que você pode atingir na internet, mas uma das grandes vantagens é justamente a possibilidade de segmentação dessa audiência.

Com as ferramentas de marketing digital, você consegue selecionar um público altamente específico para mirar sua divulgação.

Assim, fica fácil explorar os nichos de mercado menos óbvios, onde as vendas são garantidas pela particularidade do público-alvo. E claro que é mais fácil competir em nichos do que tentar superar os grandes varejistas online, não acha?

Como aproveitar os benefícios do empreendedorismo digital

Agora que você sabe quais são os principais benefícios do empreendedorismo digital, já pode começar a planejar seu negócio online.

A dica é procurar por atividades e segmentos com os quais você se identifique, e que possam ser facilmente transportados para o mundo digital.

Você pode vender produtos e serviços online, produzir conteúdo e monetizá-lo, criar seu próprio clube ou serviço por assinatura, e até mesmo entrar para o mercado de afiliados, por exemplo.

Seja qual for o segmento e modelo de negócio escolhido, lembre-se de que a Neon Pejota está aqui para ajudar na gestão financeira da sua nova empresa!

Além de ser 100% digital, sem mensalidade e livre de taxas ocultas, nossa conta PJ oferece ferramentas de controle financeiro e atendimento 24 horas.

Assim, você pula a dor de cabeça com as finanças e vai direto para o fluxo de caixa do seu negócio.

E aí, o que achou dos benefícios do empreendedorismo digital?

Deixe seu comentário com ideias de negócios online e compartilhe o texto nas suas redes sociais ;) 

Comentários