Logo_neon-degrade
ABRA SUA CONTA

7 dicas de como aumentar a velocidade da internet em casa

Luiza Bortolatto

Entre as diversas mudanças que a pandemia do novo coronavírus trouxe para o nosso dia a dia, muitos profissionais passaram a adotar o home office. Como tudo, este modelo de trabalho tem suas vantagens e desvantagens.

É muito bom economizar o tempo de trajeto, não enfrentar o trânsito, ter uns minutinhos a mais todas as manhãs... Por outro lado, nem sempre temos uma estrutura adequada (boa iluminação, cadeira confortável, um espaço para se concentrar...), podemos nos distrair com barulhos, animais e outras pessoas que moram junto, e a famosa internet em casa, que testa nossa paciência às vezes.

Hoje vamos te ajudar a ter uma relação melhor com sua conexão em casa! Por isso, separamos 7 dicas para melhorar seu sinal. Dá uma olhada:

1. Descubra o melhor lugar para deixar seu roteador 🤔

É muito comum que o roteador seja instalado em um ponto que não seja favorável. Já se perguntou por que em alguns cantos da sua casa o sinal do Wi-Fi fica lento? Isso acontece porque, quanto mais longe você fica do aparelho roteador de internet, menor a intensidade do sinal do Wi-Fi.

Escolha instalar o roteador em um ponto central, para que a distribuição de sinal seja melhor em todos os pontos da sua residência.  

 

2. Faça um investimento na velocidade

Uma boa alternativa para deixar sua conexão mais rápida é mudar para um roteador que suporte o padrão AC (comporta até oito antenas trabalhando ao mesmo tempo) ou usar cabos de rede mais velozes.

É importante verificar se seu computador ou dispositivo móvel operam o padrão do novo roteador. No caso de uma rede cabeada, nas duas pontas os aparelhos precisam ter portas Gigabit.

 

3. Ajuste e melhore seu roteador Wi-Fi

O sinal Wi-Fi sofre interferência da maioria dos dispositivos eletrônicos que usamos, mesmo que eles estejam longe. Alguns roteadores antigos vêm configurados para funcionar na frequência dos 2,4 GHz, que é a mesma desses outros aparelhos.

Por isso, fique sempre de olho na frequência e no canal que seu roteador está usando para receber e transmitir dados. Às vezes, o ideal é fazer a definição manualmente para evitar interferências e congestionamento.

Se os seus vizinhos têm a mesma configuração de canal que você, um dispositivo começará a interferir no outro, fazendo com que a qualidade do sinal e o desempenho da rede caiam. Para evitar esse tipo de problema, vale a pena baixar o WifiInfoView (para Windows), descobrir qual o canal menos congestionado na sua área e definir um canal fixo de funcionamento manualmente para o seu roteador Wi-Fi.

Esse programa mostra todas as redes sem fio ao seu alcance, suas frequências de funcionamento e canal. Assim, você consegue identificar o canal menos congestionado.

 

4. Verifique os nomes da sua rede

Se o seu roteador for mais antigo, ele provavelmente oferece duas redes diferentes ao mesmo tempo: uma delas funciona a 2,4 GHz e outra a 5 GHz – estes números costumam aparecer no final do nome da rede. A rede 2,4 circula por mais áreas da casa, mas não pode transmitir dados tão rapidamente. A rede 5 é mais rápida, mas não pode atravessar suas paredes.

Os roteadores de Wi-Fi mais recentes alternam automaticamente para a melhor opção, dependendo do ponto da casa em que estiver. Agora, nos mais antigos você vai precisar alternar as redes manualmente.

 

5. Reinicie seu modem

Tente desconectar o modem da tomada, aguardar 10 segundos e conectá-lo de novo. Pode ser que o dispositivo esteja funcionando há muito tempo e só precise limpar a memória. Por desencargo, também é bom tentar reiniciar o roteador para conectar novamente.

Não funcionou? Neste caso você pode entrar em contato com o suporte do seu provedor de internet.

 

6. Evite usar muitos aparelhos conectados ao mesmo tempo

Diminuir a quantidade de dispositivos usando o sinal Wi-Fi ao mesmo tempo é uma boa ideia, já que um acaba “tirando” a conexão do outro. Se os celulares que estão na sua casa não são necessários para o trabalho, eles podem ficar desconectados do Wi-Fi durante o dia.

Se tiver alguma reunião ou chamada online importante, você pode pedir para as outras pessoas da casa que evitem usar a internet para não ter interrupções.

 

7. Tenha um antivírus bom e atualizado

Às vezes, sinais lentos podem ser causados por malwares instalados no computador, que podem afetar a velocidade da conexão. Use um bom programa antivírus em seus dispositivos e mantenha todos atualizados para evitar ataques de vírus, spam e phishing (roubo de informações de usuários).


 

Tá na hora de aplicar essas dicas e garantir uma qualidade melhor de sinal para o seu lar doce lar 💙

Depois que fizer os testes, conta pra gente nos comentários como está a velocidade da sua internet!

Leia mais:

+ Como economizar rápido nas contas de casa

+ 10 dicas para não cair em golpes comprando pela internet

+ Como doar sangue durante a quarentena do coronavírus

Comentários