Logo_neon-degrade
ABRA SUA CONTA

Semana do Brasil: como aproveitar os descontos

Mariana Lima

Centenas de lojas, redes de hotéis e bancos no Brasil prometem deixar seus produtos mais baratos entre 6 e 15 de setembro!  A ação faz parte de uma comemoração chamada Semana do Brasil, criada pelo Governo Federal como uma forma de esquentar a economia do País.  

Esse ano é a primeira vez que ela acontece, mas o evento foi inspirado no modelo de Black Friday dos Estados Unidos, já conhecido aqui no Brasil. Assim, são esperados dois períodos de grandes ofertas no segundo semestre: a Semana do Brasil, em setembro, e a Black Friday brasileira, em novembro.  

Agora, com dois momentos de ofertas e descontos previstos para os próximos meses é preciso ter atenção redobrada para não gastar mais do que deve e se afundar em dívidas 

Separamos algumas perguntas para você se fazer antes de decidir aproveitar uma oferta: 

1. Eu realmente estou precisando disso? 

É ótimo aproveitar promoções, e elas podem ser boas aliadas para sua vida financeira, mas é preciso ter cautela. Por isso, recomendamos que você faça uma lista de coisas que realmente precisa antes de sair atrás de descontos. 

Se sua vida financeira é organizada, essa lista provavelmente já existe e foi feita pensando no momento em que você teria dinheiro para comprar esses produtos.  

Mas se este não for o seu caso, evite a tentação de olhar as lojas antes de definir realmente o que você precisa comprar. Afinal, os produtos vão estar com descontos, mas ainda assim serão pagos! 

Isso é importante porque nessa época é muito comum aproveitar ofertas de produtos que você não precisaria. Com a lista em mãos, dá pra evitar com mais eficiência comprar produtos e objetos que você não está precisando, e assim deixar de assumir dívidas inesperadas. 

2. Está mesmo mais barato? 


Quando você está há tempos pensando em comprar um objeto ou produto já sabe de cabeça o quanto ele custa. Nesse caso, a comparação para ver se oferta realmente está valendo a pena será mais fácil de ser feita. 

Mas nem sempre conseguimos prever quando um objeto essencial quebra ou quando precisamos de um produto de emergência. Por isso você também pode conferir como foi a variação de preço do produto nos últimos meses em alguns sites gratuitos que fazem essa comparação, como o Buscapé. 

Fazendo isso, você evita de cair numa cilada e ainda consegue decidir se pode esperar um pouco mais ou se este é o momento certo para a compra! 

  3. Estou fazendo pesquisa de preço? 

Como muitas lojas estarão participando da Semana do Brasil é interessante fazer uma pesquisa de preço entre as promoções antes de comprar. Afinal, não é porque a loja está em desconto que o produto está mais barato que o concorrente. Certo? 

Por isso vale a pena reservar um tempo em sua agenda para conferir pessoalmente – ou pela internet – qual preço vale mais a pena antes de fechar a compra. 

4. Estou escolhendo a melhor forma de pagamento? 

É natural acharmos que a melhor forma de pagamento seja o parcelamento no cartão de crédito. Mas antes de escolher essa opção, veja se a loja não dá ainda mais descontos para quem compra à vista!  

Nesse caso é importante ter um valor reservado no banco para isso, caso contrário o mês pode ficar apertado demais. 

Clientes Neon também podem pagar na internet via cartão virtual. Para isso não é necessário ter a opção crédito habilitada na compra, mas o valor é debitado de uma só vez do seu extrato. 

5. Estou mesmo preparado para esse gasto? 

Ficou em dúvida se deve comprar um produto? É melhor pensar duas vezes. 

Esta é a primeira vez que teremos uma Semana do Brasil e uma Black Friday em meses próximos, então você não precisa se desesperar para não perder os descontos! 

Confira as contas, preencha sua planilha de gastos e verifique se você realmente precisa fazer essa compra. Com isso ficará mais claro se é um bom momento ou não. 

6. Estou aproveitando todos os tipos de oferta? 

A Semana do Brasil vai além de comprar, alguns bancos e instituições financeiras farão descontos para quem quer quitar suas dívidas. Recomendamos conferir com o seu banco se haverá alguma ação nesse sentido e se isso pode te ajudar a tirar seu nome da lista dos negativados!

E aí, gostou das dicas? Conta pra gente o que você achou 😉 

Comentários