Logo_neon-degrade
ABRA SUA CONTA

Método do pote: aprenda a organizar de vez suas finanças

Mariana Lima

Organizar as finanças é uma tarefa difícil para você? Existe uma forma muito conhecida de te ajudar a fazer o seu dinheiro render no fim do mês 😉 É o chamado método do pote, uma maneira prática de dividir o seu salário e cuidar bem do seu dinheiro.

Esse método é perfeito para quem precisa de uma receita prática para colocar as contas em dia. Ele vai te ajudar a organizar melhor as despesas e a começar a guardar dinheiro de uma vez por todas!

Quer conhecer um pouco mais sobre o método e como colocar ele em prática? Vamos te explicar!

Como surgiu o método do pote

Não se sabe ao certo quando e quem criou o método do pote, mas há anos ele tem sido recomendado por educadores financeiros para pessoas que estão começando a organizar suas contas.

Entre as principais vantagens dele está organizar o dinheiro de forma prática, simples e sem muita dor de cabeça. Perfeito para ser aplicado se você tem um salário fixo, mas totalmente adaptável se a sua renda for variável.

O nome do método se dá pela ideia de dividir o dinheiro em pequenos potes, de acordo com a categoria de cada despesa ou investimento.

Vamos ver como funciona na prática?

Como fazer o método do pote

É bem fácil usar o método do pote e o primeiro passo é saber o quanto é o seu salário líquido, ou seja, qual é a sua renda mensal real.

Depois disso, fica fácil dividir os valores de acordo com as categorias. Vejamos quais são:

Pote das necessidades básicas

Quais são as contas indispensáveis do seu dia a dia? Aqui nesse pote você vai destinar o valor dos boletos de aluguel, luz, telefone, alimentação, transporte e outros itens de necessidade básica.

Você precisa saber exatamente quais são esses gastos. Para isso, sugerimos que liste e os acompanhe em uma planilha de gastos mensais. Leitores do blog podem baixar uma de graça aqui 😉

Para esse pote você deve destinar 55% do seu salário líquido mensal, ou seja, um pouco mais da metade do que você recebe.

“Ah, Neon, mas minhas contas básicas dão mais do que isso!”

Então é hora de rever o seu padrão de vida – muito provavelmente você está vivendo um degrau acima do que consegue pagar. Nesse caso, olhe para a planilha e avalie seus gastos. Também vale pensar se não é hora de pedir um aumento ou pedir fazer um dinheiro extra.

Pote do entretenimento

Nem só de trabalho e de boletos vive uma pessoa. Para o seu cérebro continuar em boa forma e sua saúde mental se manter em dia, você precisa ter momentos de diversão. E é por isso que você precisa destinar um valor do seu orçamento mensal para entretenimento.

Para esse pote você deve destinar 10% do dinheiro que você recebe no mês. Note que se passar muito desse valor, é sinal de que precisa rever suas contas e pensar em formas de se divertir que sejam bem mais baratas e que caibam no seu bolso.

Ah, nada de deixar de se divertir, viu? O entretenimento é bom para a sua saúde física e mental. Basta usar o dinheiro com responsabilidade 😉

Pote da educação

Como você está investindo na sua educação? Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, essa área da sua vida não pode ser deixada de lado.

E é por isso que você deve separar 10% do valor que recebe para educação. Vale cursos, livros, palestras, eventos... Qualquer investimento que te fará ser uma pessoa melhor e um profissional mais capacitado.

Pense com carinho nas oportunidades que tem para a sua área – ou para a função que você quer conseguir – e crie um plano de carreira. Depois, desenvolva um planejamento com os melhores cursos para impulsionar a sua profissão.

Pote da reserva de emergência e de curto prazo

Você deve estar preparado para situações inesperadas que precisam de dinheiro.

Isso porque nem sempre é possível prever quando você ficará sem emprego ou quando os seus rendimentos vão cair, assim como uma doença ou uma viagem inesperada. Por isso, é importante ter uma reserva financeira.

Depois que você já tiver o valor suficiente da sua reserva financeira, poderá usar esse montante também para fazer compras de curto e médio prazo como um celular ou computador novo.

Para montar esse pote, você deve destinar 10% do seu salário.

Pote da poupança de longo prazo

Quanto mais cedo começar a pensar na sua aposentadoria, mais cedo você poderá se aposentar!

É por isso que estimulamos que comece desde já a fazer uma reserva financeira pensando no futuro. Investimentos de longo prazo que você não deve tocar nas próximas décadas.

Nesse pote você também deve depositar 10% do seu orçamento.

Presentes e doações

Você não precisa – nem deve – deixar de dar um mimo para quem ama ou ajudar quem mais precisa.

O método do pote também prevê destinar uma parte do seu salário para você comprar presentes ou fazer doações!

Para não enfiar os pés pelas mãos, destine 5% dos seus rendimentos para isso, ok? 😊

Então, recapitulando, de acordo com o método do pote, você deve dividir o seu salário em:

  • Despesas essenciais - 55%
  • Entretenimento - 10%
  • Educação - 10%
  • Reserva de emergência - 10%
  • Investimento de longo prazo - 10%
  • Presentes e doações - 5%

 

Como fazer o dinheiro dos potes render

Clientes Neon já sabem que deixar o dinheiro parado na conta é uma furada. E é por isso que estimulamos que você transforme esses potes em objetivos dentro do app Neon!

Dá para criar gratuitamente quantos investimentos você quiser. Escolha um nome para os potes, e uma imagem para ilustrá-los e crie um objetivo no investimento Neon. É fácil, rápido, seguro, rende mais do que a poupança e você pode sacar quando quiser 😉

Ainda não é cliente Neon? Dá para criar sua conta digital com poucos passos e sem burocracia. Vem viver uma vida financeira no azul e sem cobrança de taxas!

ABRA A SUA CONTA NA NEON

Leia mais:

+ É preciso ter muito dinheiro para começar a investir?

+ Como se planejar para morar sozinho: 7 passos para a independência

+ 6 passos para começar a investir na bolsa de valores sem mistérios

Comentários