Logo_neon-degrade
ABRA SUA CONTA

Inteligência financeira: o que é e como anda a sua?

Ana Gabriela Graças

Entender o que é inteligência financeira e qual a sua importância é fundamental para transformar hábitos que prejudicam o seu orçamento e impedem que você domine completamente o seu dinheiro.

Inclusive, segundo dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), em dezembro de 2020 66,3% dos brasileiros estavam endividados. Isso é resultado de uma administração inadequada das finanças.

Por isso é tão importante falarmos sobre inteligência financeira, pois é por meio dela que você conseguirá fazer escolhas saudáveis para o seu bolso e poderá preservar hábitos financeiros que proporcionarão a multiplicação do seu patrimônio, seja ele qual for.

Nesse sentido, é um engano associar esse tema à riqueza, a ter muito dinheiro na conta. Não importa qual seja o saldo bancário ou salário mensal de alguém, o que diferencia uma pessoa com inteligência financeira são as escolhas que ela faz diariamente com os recursos que têm em mãos.

Por isso, aqui vamos destrinchar esse assunto para que você entenda melhor o significado desse conceito. Você verá aqui:

 

Quer saber mais sobre como ter mais inteligência financeira na sua vida?

Então vem com a gente!

O que é inteligência financeira

Inteligência financeira é a capacidade de fazer escolhas sábias com o dinheiro para alcançar a prosperidade por meio dele, entendendo que ele é o meio e não o fim.

É também a habilidade de lidar com as finanças com discernimento para preservar sua segurança financeira agora e no futuro, e assim adquirir poder sobre o seu dinheiro.

Quantos casos de pessoas milionárias que perderam tudo você já não ouviu por aí? E quantas tantas outras histórias você não conhece de pessoas que mesmo ganhando “pouco” conseguiram realizar inúmeros sonhos, como conquistar a casa própria?

Isso é inteligência financeira: a capacidade de fazer opções saudáveis para a sua vida e para o seu bolso. E é justamente por isso que não importa quanto você tem na sua conta bancária, pois o que faz a diferença é a forma como a sua mente funciona em relação ao dinheiro.

Qual a importância da inteligência financeira

A importância da inteligência financeira está no fato de que nenhuma realidade é permanente e imutável, principalmente no que diz respeito às finanças.

Não é porque uma pessoa é rica hoje que o seu futuro financeiro está garantido, da mesma forma em que alguém não ter um grande patrimônio hoje não é sinônimo de que isso será para sempre assim.

Por isso é fundamental cultivar a inteligência financeira: é a partir dela que você aprenderá a ter pensamentos, atitudes e hábitos que permitirão que você construa, preserve e faça seu patrimônio crescer.

Além disso, uma gestão eficiente do dinheiro permite que você consiga arcar com todas as suas obrigações financeiras mensais e ainda possa poupar para atingir suas metas de curto, médio e longo prazo.

E mais: com inteligência financeira você terá mais liberdade para fazer escolhas, ganhará mais propósito em sua vida e deixará de trabalhar apenas para pagar contas, pois passará a ver o dinheiro como um recurso que garantirá a sua prosperidade e realização dos seus sonhos.

Como desenvolver a inteligência financeira

Tenha controle sobre o seu orçamento

Pessoas com inteligência financeira fazem boas escolhas pois têm clareza sobre seu orçamento e sabem exatamente quais são seus ganhos, despesas e o que pode ser feito para reduzir gastos desnecessários.

Esse controle financeiro também é importante para que você identifique se o seu padrão de vida é compatível com a sua renda e o que pode ser feito para otimizar essa relação.

Lembre-se que o objetivo não é apenas terminar o mês no zero a zero, mas sim investir sempre para começar a fazer o seu dinheiro trabalhar a seu favor.

Invista em educação financeira

Aprender sobre finanças é um passo fundamental para desenvolver a inteligência financeira. Afinal, ao conhecer termos do mercado, entender como a economia funciona, saber economizar e investir, você estará um passo à frente daqueles que não se interessam pelo assunto.

Busque aprender mais a todo momento, faça cursos, leia livros, assista filmes, o que for. Sempre é possível aprender uma lição nova que contribuirá para que você tenha mais inteligência financeira.

Para te ajudar, aqui você confere uma lista com 8 cursos de educação financeira gratuitos.

Tempo é dinheiro, então valorize o seu

Você sabe quantas horas precisa se dedicar e trabalhar para comprar um item que talvez nem sequer te satisfaça mais a longo prazo?

Saber quanto custa sua hora de trabalho e quanto esforço é necessário para adquirir um determinado bem é fundamental para que você comece a fazer escolhas inteligentes com seu dinheiro.

Não importa qual seja a sua renda, é importante que você organize seu orçamento, defina prioridades, corte gastos supérfluos e dedique seus esforços para conquistar aquilo que realmente fará sentido para você e seu futuro, seja um curso, um carro ou uma casa, por exemplo.

Lembre-se que são as pequenas escolhas do dia a dia que têm um grande impacto no seu orçamento do amanhã. Então, reflita, faça as contas e sempre opte por aquilo que de fato agregará valor à sua vida.

Neste artigo explicamos a relação entre a sua hora de trabalho e as compras que você faz.

7 exemplos de escolhas inteligentes para o seu dinheiro

1. Fazer um planejamento financeiro

Ter um planejamento financeiro é fundamental para que você defina prioridades no seu orçamento, trace metas e objetivos, consiga encontrar alternativas para economizar mais dinheiro e também possa começar a poupar e investir.

Para isso, você pode usar a nossa planilha de gastos mensais gratuita. Temos duas versões prontas, uma completa e uma simplificada, basta escolher a que funciona melhor para você.

BAIXAR PLANILHA COMPLETA

BAIXAR PLANILHA SIMPLIFICADA

 

Se você precisa de ajuda, veja aqui como fazer um planejamento financeiro em 5 passos.

2. Ter uma reserva de emergência

A reserva de emergência é imprescindível para que você proteja seu orçamento e esteja preparado para arcar com qualquer imprevisto financeiro que possa surgir. O montante precisa ser suficiente para cobrir de seis a 12 meses do seu custo de vida mensal e deve ser guardado em investimentos com liquidez diária.

Tendo um controle financeiro e conseguindo guardar um pouco de dinheiro todos os meses, pouco a pouco a sua reserva será construída e você poderá ficar mais tranquilo caso algum imprevisto aconteça.

Essa escolha financeira é muito inteligente, pois te resguardará de qualquer problema, desde um pequeno imprevisto até a perda de um emprego, por exemplo.

3. Viver um degrau abaixo

Se você sempre está no zero a zero com suas finanças, isso significa que você não está fazendo escolhas inteligentes com o seu dinheiro. E mais: conforme você passar a ganhar mais, acabará criando ainda mais despesas.

Por isso, é importante que você desenvolva sua inteligência financeira para ter um estilo de vida que seja “um degrau abaixo” daquele que seria proporcionado pela sua renda integral.

Afinal, não dá para você gastar tudo o que você ganha se você precisa investir todos os meses para construir a sua reserva de emergência e o seu patrimônio.

Essa escolha não é sobre ser “mesquinho”, mas sim sobre usar seu dinheiro com inteligência já se preparando para o médio e longo prazo. Afinal, algumas privações hoje podem proporcionar um amanhã muito mais abundante.

4. Rever seus hábitos de consumo

Seus hábitos de consumo dizem muito sobre sua inteligência financeira. Por isso, sempre é válido fazer uma análise minuciosa se o que você tem feito hoje faz sentido diante do que você almeja para o seu futuro.

Se você tem uma meta de longo prazo traçada, como a compra de um imóvel, por exemplo, é preciso rever hábitos, definir prioridades e encontrar alternativas para evitar o consumismo e as compras por impulso.

São as economias do dia a dia que farão com que você consiga economizar o montante necessário para que você realize os seus sonhos.

Isso também é sinônimo da chamada “inteligência emocional nas finanças”, conceito diretamente relacionado ao tema que estamos tratando aqui.

Saiba mais sobre o que é isso e veja 7 dicas para desenvolver a sua inteligência emocional.

5. Investir seu dinheiro

Fazer seu dinheiro render e trabalhar para você é uma das principais escolhas inteligentes que alguém pode fazer por si mesmo ao longo da vida.

Por isso é tão importante aprender sobre o assunto para fazer os juros compostos trabalharem a seu favor e não o contrário.

Para investir com sabedoria, você deve conhecer os três pilares dos investimentos:

  • Rentabilidade: é o retorno obtido com o investimento, ou seja, o que você ganha por deixar seu dinheiro aplicado nele
  • Liquidez: é a facilidade com que um ativo pode ser transformado em dinheiro quando necessário sem gerar perdas (ou seja: o quão rápido você consegue resgatar seu dinheiro investido)
  • Risco: é a probabilidade de que retorno do investimento seja menor do que o esperado ou até mesmo negativo

 

Com isso em mente, você poderá traçar suas metas e optar pelas aplicações financeiras que façam mais sentido diante daquilo que você almeja, seja fazer uma viagem, reformar a casa ou montar a sua aposentadoria, por exemplo.

Para te inspirar, veja aqui os 6 melhores investimentos para aplicar seu dinheiro no próximo ano.

6. Ter disciplina e organização

Para que você de fato desenvolva a sua inteligência financeira e consiga deixar para trás hábitos que não são saudáveis para o seu bolso é preciso ter muita disciplina e organização.

Nesse sentido, você deverá ter sempre em mente quais são suas metas e objetivos para que os seus esforços tenham propósito e você consiga tomar decisões que de fato contribuam para o seu crescimento financeiro.

Já a organização é o que permitirá que você tenha 100% de controle sobre suas finanças e possa fazer escolhas mais assertivas com base no seu orçamento.

Alguns exemplos dessas escolhas são: quanto investir na reserva de emergência, quanto é possível gastar por mês, quais despesas precisam ser reduzidas, o que é preciso fazer para garantir um futuro mais confortável financeiramente, e assim por diante.

7. Ser autêntico e fazer diferente

Não siga o comportamento dos outros só porque “todo mundo está fazendo aquilo”. Seja autêntico, pense por si mesmo e faça escolhas diferentes daquelas que todo mundo faz.

Se os outros estão gastando com presentes no final do ano ou pagando caro em uma viagem só para dizer que foram viajar no Ano Novo, você não precisa fazer isso também. Por isso é tão importante que os seus objetivos sempre estejam claros para você.

Lembre-se que algumas privações hoje podem fazer toda a diferença para suas conquistas amanhã. Além disso, cada um de nós tem suas próprias necessidades, demandas e desejos, por isso sempre faça escolhas com base naquilo que você realmente precisa, não no que os outros estão fazendo.

Isso também é inteligência financeira.

 

O que achou das informações sobre o que é inteligência financeira e como desenvolver a sua? Conta para a gente nos comentários!

ilustração neon mulher cuidando do dinheiro com app

Cuide bem do seu dinheiro. Experimente o app Neon!

download app neon android
download app neon ios

Comentários