Logo_neon-degrade
ABRA SUA CONTA

Guardar dinheiro: você economista da própria vida

Ana Gabriela Graças

Você sabia que no dia 13 de agosto é comemorado o Dia do Economista? A escolha da data remete à criação da Lei nº 1.411, que oficializou a criação da profissão de economista.

Em linhas gerais, esses profissionais exercem um papel fundamental na nossa sociedade em relação à produção e distribuição de bens de consumo.

Mas não vamos entrar tanto no detalhe da data, mas sim falar diretamente com você, que é o “economista da sua própria vida”!

É claro que isso é só uma brincadeira com a celebração, mas ainda assim você merece os parabéns pelo esforço que faz no dia a dia para economizar e guardar dinheiro.

Então vamos falar mais sobre isso? Mostraremos aqui:

 

Já adiantamos que você deve respeitar o seu tempo e a sua jornada quando se trata de guardar dinheiro, está bem?

Cada um tem um contexto financeiro muito particular, por isso é importante aprender sobre o assunto e colocar em prática as dicas que fazem mais sentido para você.

Continue lendo!

Qual o cenário do Brasil quando o tema é guardar dinheiro?

Uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que 54% dos entrevistados não conseguem guardar nenhuma quantia no final do mês.

Outro estudo feito pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) revela que apenas 32% dos brasileiros conseguiram economizar dinheiro em 2020.

E tem mais: segundo o Relatório Global do Sistema Previdenciário 2020, da Allianz, 90% das pessoas com mais de 25 anos não guardam dinheiro para a aposentadoria, deixando o Brasil em 43º lugar no ranking global de previdência.

Ou seja, é fato que o brasileiro tem dificuldade em economizar e guardar dinheiro, mas temos que ter cuidado ao fazer essa análise, pois a situação econômica do país é preocupante.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o desemprego no Brasil está em um patamar recorde de 14,7%, atingindo 14,8 milhões de brasileiros.

Dentre os que estão empregados, a renda média mensal tem o menor valor dos últimos 10 anos e está abaixo de R$ 1 mil, sendo menor que o salário mínimo, que hoje é de R$ 1.100.

Então, é claro que não basta apenas escrevermos aqui que você precisa juntar dinheiro, quando isso nem sempre se encaixa na realidade de uma grande parcela da população.

Muitas vezes, o problema não é necessariamente conseguir poupar, mas ganhar tão pouco que mal é o suficiente para pagar as contas e fechar o mês no azul.

Por isso, antes de irmos às dicas, queremos deixar claro que o fato de você talvez ainda não conseguir guardar dinheiro não é culpa de ninguém, pois existe um contexto socioeconômico que não favorece a realização de tal feito.

Justamente por isso, queremos te ajudar a ser o “economista da sua vida” e contribuir para diminuir desigualdades, mostrando caminhos mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.

A seguir, você vai ver algumas ideias sobre como juntar dinheiro, mas lembre-se de que você deve aproveitar aquilo que faz mais sentido para a sua realidade financeira, combinado?

Então vamos lá!

5 dicas para guardar dinheiro (no seu tempo)

1. Organização é a palavra de ordem

O primeiro passo para conseguir juntar dinheiro mesmo ganhando pouco é organizar suas finanças. Dessa forma, você conseguirá ter mais clareza sobre quanto está entrando e saindo da conta, centavo a centavo, e identificar possíveis oportunidades para poupar.

homem lendo ebook organização financeira do zero

2. Tenha uma planilha para economizar dinheiro

Ter uma planilha financeira está diretamente relacionado à organização financeira. Com esse recurso, vai ficar muito mais fácil acompanhar suas finanças, e registrar todos seus ganhos e gastos.

A boa notícia é que a Neon tem uma planilha de gastos mensais pronta para ser usada! São duas versões, uma completa e outra simplificada, basta baixar a que você preferir. Depois, é só inserir os seus valores e deixar a planilha fazer todos os cálculos automaticamente.

BAIXAR PLANILHA COMPLETA

BAIXAR PLANILHA SIMPLIFICADA

3. Quitar as dívidas deve ser a prioridade

Segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), feita pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o 1º semestre de 2021 se encerrou com 69,7% das famílias endividas no país.

Se esse é o seu caso, você deve fazer o possível para quitar todas as suas pendências financeiras antes de começar a guardar dinheiro, pois a incidência dos juros compostos pode fazer suas dívidas crescerem exponencialmente.

Use a planilha financeira para elencar as dívidas que você tem hoje, veja qual é o valor total devido e poupe dinheiro com a finalidade de quitá-las. Caso haja oportunidade, é válido tentar renegociar com seus credores.

Também fique de olho em ações como o Serasa Limpa Nome para obter descontos no pagamento de dívidas.

Veja aqui como sair das dívidas e começar a poupar dinheiro.

4. Estipule metas

Estipular metas para quanto de dinheiro você deseja guardar vai te ajudar a manter o foco na tarefa. Além disso, traçar objetivos para o montante guardado dará mais propósito ao esforço que você está fazendo.

Por exemplo, uma meta pode ser “Guardar R$ 1 mil em 12 meses para viajar”. Você tem o valor, o prazo e o objetivo, o que torna o processo mais próximo à sua realidade, ao invés de ser apenas algo genérico como “Economizar mais dinheiro”.

Sabe o que pode te ajudar? Participar de um desafio para guardar dinheiro, como o Desafio das 52 Semanas! Você pode começar a poupar toda semana a partir de R$ 1 real. A ideia é simples: na primeira semana você guarda R$ 1, na segunda semana guarda R$ 2 e assim sucessivamente.

Temos um kit gratuito completo com tabela, planilha e guia para você poupar semanalmente com muito mais facilidade. Participe!

COMEÇAR O DESAFIO 52 SEMANAS

5. Aprenda mais sobre como economizar e guardar dinheiro

Nosso papel é te ajudar a ter mais poder sobre o seu dinheiro e mostrar como é possível trilhar caminhos financeiros mais simples. Por isso, temos inúmeros conteúdos e materiais explicando finanças de maneira descomplicada.

Alguns tópicos anteriores, já mostramos nosso e-book sobre organização financeira e agora selecionamos alguns artigos que você poderá gostar:

Dica final: monte uma reserva de emergência

Quando você começar a guardar dinheiro, pode ser que queira usá-lo para inúmeras finalidades, mas também é importante separar uma parte do montante para a sua reserva de emergência.

A reserva é o dinheiro destinado a imprevistos financeiros e evita que, caso algo aconteça e você não tenha dinheiro para arcar com a despesa, não precise recorrer a um empréstimo.

O ideal é que ela contemple de seis a 12 meses do seu custo de vida mensal, dependendo da sua estabilidade profissional. Mas é claro que você pode montá-la aos poucos, de acordo com quanto consegue poupar mensalmente.

O importante é ter a tranquilidade de poder contar com um dinheiro guardado para quitar gastos que não foram planejados (desde que sejam emergências, hein?).

 

O que achou das dicas sobre como guardar dinheiro? Vale reforçar que tudo depende do contexto financeiro de cada um, por isso não se cobre tanto caso esteja com dificuldade para dar o primeiro passo.

Também não se culpe se em alguns meses não sobrar dinheiro para poupar. Você deve adaptar as dicas à sua realidade financeira e focar em manter suas finanças organizadas.

Assim, conseguirá caminhar rumo a um futuro brilhante, sempre com o apoio da Neon. 💙

Conta para a gente nos comentários se você gostou do conteúdo e compartilha o artigo com pessoas que precisam de um estímulo para começar a poupar.

ilustração neon mulher cuidando do dinheiro com app

Cuide bem do seu dinheiro. Experimente o app Neon!

download app neon android
download app neon ios

Comentários