Logo_neon-degrade
ABRA SUA CONTA

Como evitar fraudes e golpes pela internet nas compras online?

Time Neon

As compras online são uma comodidade e uma tentação, em especial na época da Black Friday. Porém, é preciso ter atenção redobrada com os golpes pela internet para não acabar sofrendo um prejuízo.

Alguns sites parecem lojas de venda de produtos quando na verdade querem aplicar um golpe, enquanto outros roubam seus dados, clonam seu cartão e criam promoções tentadoras para roubar o dinheiro de quem age por impulso quando se depara com um grande desconto.

Aliás, não tem certeza se faz compras com segurança na internet? Responda nosso quiz e descubra!

Para evitar que você seja vítima de um crime, aqui você vai ver:

 

Confira!

Como evitar os golpes pela internet e comprar com segurança

1. Que site é esse?🤨

Antes de qualquer movimentação de compra, pare para olhar bem para o site.

Se você nunca ouviu falar dessa loja antes, faça uma pesquisa para descobrir o que os outros clientes dizem. Alguém já teve problema na entrega? Os objetos vendidos eram realmente como diziam no site? Como foi a experiência deles?

Você pode buscar pela empresa no site do Reclame Aqui e ver todas as avaliações dos clientes para checar se aquela loja realmente é segura ou não.

Além dos comentários de outras pessoas, é importante ter os dados comerciais da empresa. As lojas virtuais são obrigadas a oferecer informações como endereço, telefone, CNPJ e razão social. Desconfie duplamente de sites que não são transparentes com esse tipo de dado.

2. Esse site é verdadeiro?🤔

Outra opção de fraude é um pouco mais sutil.

Se você preferiu comprar do site de uma loja conhecida saiba que ainda assim é possível que você caia em um golpe pela internet. Isso porque muitos criminosos se aproveitam para fazer sites muito parecidos com os das grandes empresas na tentativa de fraudar desavisados.

Esses sites normalmente têm a aparência idêntica ou muito parecida com a do site real, mas o endereço da página costuma ser um pouco diferente do original.

Nesse caso, o crime acontece na hora de pagar: ao invés de realizar a compra em um site oficial, onde seus pedidos serão realmente entregues, você acaba pagando por produtos que não chegarão na sua casa e envia o dinheiro para a conta de algum criminoso.

Para evitar cair nesse tipo de fraude, fique atento ao link da página inicial e veja se no início dele existe um cadeado que funciona como símbolo de segurança. Além disso, outra forma de conferir se o site é seguro é ver se no endereço do site o HTTP tem a letra S, ficando dessa forma: HTTPS://nomedosite.com.br

Não se esqueça de atualizar o seu antivírus e, em nenhum momento, baixe qualquer arquivo no seu computador para finalizar uma compra. E mais: crie uma senha apenas para aquele site e não repita as mesmas combinações que você usa para acessar suas redes sociais, e-mails e afins.

3. Está estranho isso aqui...👀

Chegou uma promoção mirabolante no seu celular com o link da loja? Desconfie!

Pense comigo: não é normal, por exemplo, que todas as lojas estejam cobrando R$ 2 mil em uma TV e só esse site ofereça o mesmo produto por R$ 300! 🤔

Grandes promoções parecem ser uma boa para economizar dinheiro, mas podem ser uma grande roubada. Na dúvida, pesquise muito mais em relação a essa loja e verifique as dicas de segurança que demos anteriormente.

Você também pode usar sites que acompanham a evolução dos preços de produtos, como:

 

Esses sites mostram lojas de confiança e servem como referência para você saber qual a margem de preço verdadeira do item que você deseja comprar.

4. Pague com segurança🔒

Depois que você checou que os sites são seguros, é hora de prestar atenção nos seus dados bancários.

Quem é cliente Neon consegue usar o cartão virtual em qualquer site do mundo que aceite a bandeira Visa. Ele funciona tanto no modo débito quanto crédito — para ter acesso à opção crédito é preciso que ela esteja desbloqueada também no cartão físico.

Para encontrar os dados do seu cartão virtual, acesse o app na área "Cartões" e escolha a opção "Virtual". Fácil, né?

Se você preferir pagar por meio de boleto bancário também há formas simples de identificar se o documento é ou não original. Aqui explicamos como saber se um boleto é falso ou não.

5. Oi, tem alguém aí?👋🏻

Uma outra forma de não cair em golpes pela internet é checar se o site tem alguma forma de contato com o cliente no pós-compra.

Desconfie de sites que não têm telefone, endereço físico e de e-mail para clientes tirarem dúvida sobre produtos ou resolver problemas.

Se você não está certo de que o site é confiável, não pense duas vezes: envie uma mensagem via chat ou ligue para o número que está no site. É melhor redobrar a atenção do que perder dinheiro.

6. Atenção às políticas do site👩🏻‍💻

Eu sei, eu sei. É muito chato ler as letras miúdas de um contrato. Mas elas são tão importantes que, nesse caso, podem ser determinantes para você saber se o site é ou não fraudulento.

É nesse tipo de documento que você vai entender como funciona a política da empresa em relação à devolução ou troca de produtos, além de como ela pretende armazenar seus dados pessoais, como CPF e número do cartão.

Então, nada de pular essa etapa, viu?

7. Onde eu estou conectado?📡

Outra dica para você não cair em fraudes na internet é se certificar que está usando uma rede de conexão segura com aparelhos não infectados.

Não faça compras em locais com Wi-Fi grátis, pois esse é um ambiente menos seguro e com maior possibilidade de ter fraudadores de olho nos seus dados.

Também evite realizar compras em computadores públicos. Eles podem salvar seus dados pessoais que podem ser usados por criminosos, como seu CPF e as informações do seu cartão de crédito.

8. Guarde os comprovantes📃

Assim como qualquer compra feita em loja física, sugerimos que você também guarde os comprovantes digitais de compras feitas pela internet.

Normalmente, os sites enviam a Nota Fiscal para o seu e-mail assim que a compra é finalizada, junto com o status de entrega do pedido.

Aproveite para salvar todas essas informações em uma pasta segura, caso você precise acompanhar o prazo de entrega ou contestar uma compra depois 😉

9. Quem tem boca não cai em golpe!😎

Está inseguro em comprar online? Pergunte para quem já faz isso com uma certa frequência.

Pode ser seus amigos, primos, tios, filhos, afilhados... Todo mundo conhece alguém que tem mais facilidade e experiência em comprar produtos pela internet. Fale com eles!

Isso vale também para tirar dúvidas se esse é o site mais indicado para comprar o tipo de produto que você está de olho, o que tem as melhores ofertas e boas práticas na hora do pagamento.

10. Tem uma compra na minha fatura que eu não reconheço. E agora?😯

Se mesmo adotando todos os cuidados você ainda caiu em golpe, não se preocupe!

Clientes Neon conseguem pedir estorno de compras feitas no seu cartão virtual. É só acompanhar o passo a passo nesse artigo do blog!

7 tipos de golpes virtuais mais comuns

Agora que você já conhece algumas dicas para evitar os golpes pela internet, vamos mostrar alguns exemplos de quais são as fraudes mais comuns para você se informar, entender como eles são aplicados e assim evitar cair em uma cilada!

1. Engenharia social: quando te pedem para “confirmar” seus dados 😐

Alguém liga para você pedindo informações como sua senha, o número do seu cartão, o código de segurança dele ou outras informações para conseguir usar sua conta e/ou cartão depois.

Nessa situação, a pessoa que aplica o golpe se passa por funcionária de um “suporte técnico” do local da compra e diz que quer confirmar seus dados de pagamento.

A engenharia social também pode acontecer pelas redes sociais. Por exemplo, você recebe uma mensagem no inbox do Facebook de uma página oferecendo um cartão de crédito em nome de uma marca. Desconfie!

Empresas legítimas não pedem que você forneça seus dados, principalmente a senha do seu cartão. No máximo é a instituição que deve dizer quais são as suas informações e cabe a você apenas confirmar, mas ainda assim é preciso sempre ter atenção.

2. Fraude amigável: cuidado com quem acessa seu celular 📱

Pode parecer até estranho chamar a fraude amigável de golpe, pois geralmente acontece com alguém conhecido que tem acesso ao seu notebook ou celular. Mas você pode perder dinheiro se não tomar cuidado!

A fraude amigável ocorre quando alguém que já é próximo do dono de uma conta ou cartão de crédito faz uso deles sem permissão.

Como? Tirando prints do seu cartão virtual, salvando seus dados do cartão em uma loja ao fazer uma compra ou emprestando seu smartphone para seu filho que adora joguinhos online, por exemplo. Dependendo de quem tem acesso aos seus dispositivos, ações como essas podem fazer com que você perca o controle de futuras compras feitas por outros.

Por isso, evite emprestar seu cartão para terceiros, muito menos envie fotos do seu cartão para outra pessoa usar. Quem garante que a foto será apagada depois? Então tome cuidado.

3. Boletos falsos: fique atento aos dados do beneficiário e pagador 📄

Já falamos do boleto aqui, mas não custa reforçar. Você presta atenção no remetente do boleto que você está pagando? Pois é, tem gente querendo dar golpe enviando um boleto falso.

Você acha que está pagando por um produto, quando na verdade não há nenhuma compra: o fraudador emite um boleto e envia para você pagar, às vezes se passando por uma empresa em que você confia.

A boa notícia é que é muito fácil fugir de fraudes com boletos falsos. Basta verificar sempre os dados do beneficiário e do pagador, pois eles precisam estar corretos para assegurar que o boleto é verdadeiro.

Exemplo de boleto para não cair em golpes pela internet

4. Lojas que não aceitam cartão de crédito: atenção redobrada 💳

Geralmente, as compras na internet podem ser pagas com um cartão de crédito, uma transferência bancária ou um boleto. A maioria das vendas online é feita através do cartão de crédito, então, se um site não oferece essa opção de pagamento, desconfie da existência desse negócio.

Muitas fraudes na internet acontecem justamente por meio de transferências bancárias ou pagamentos por boletos, pois isso é preciso desconfiar quando a opção de pagamento por meio do cartão de crédito não está disponível.

E mais: sempre dê preferência para sites que aceitam cartão, pois é a forma mais segura de fazer uma compra online e se proteger dos golpes.

5. Phishing e smishing: sites e mensagens que “pescam” suas senhas e informações pessoais 🐟 

Aqui os golpistas disparam uma comunicação para inúmeras pessoas e esperam que alguém seja “pescado”, ou seja, que alguém caia no golpe, de modo que você é induzido a revelar informações pessoais como senhas, CPF e número da conta bancária. Normalmente são promoções muito atrativas, frases chamativas e valores tentadores.

O ataque phishing ou smishing pode acontecer ao receber uma mensagem através de um e-mail falso que pode conter um arquivo com vírus, inserindo informações em um site que está se passando por outro com o objetivo de coletar seus dados ou ao clicar em um link de uma mensagem recebida por SMS.

Então, evite clicar em links recebidos por e-mail ou mensagens e sempre prefira buscar pelo site digitando o endereço direto no navegador. Quando a oferta é muito tentadora, desconfie sempre, mesmo em datas especiais como a Black Friday.

Aqui você confere um conteúdo completo sobre phishing e smishing e como se proteger desses golpes.

6. Falsa Central de Atendimento ☎️

Neste caso, os criminosos entram em contato por telefone se passando por uma central antifraude, solicitando informações pessoais como senha, número do cartão, código de segurança e data de validade.

Essas informações são altamente sigilosas pois, com tais dados em mãos, os fraudadores conseguem acessar sua conta bancária e fazer movimentações para retirar todo o dinheiro dela.

Por isso, reforçamos: empresas legítimas não entram em contato para confirmar dados de cartão de crédito. Jamais informe sua senha e seu código de segurança por telefone, e-mail ou mensagem.

7. Golpe do WhatsApp 💬

Os golpes pelo aplicativo de mensagens têm feito cada vez mais vítimas ao redor do mundo, então é importante estar sempre atento para não cair em nenhuma cilada. Os golpistas entram em contato com você se passando por um site de compras para roubar seus dados e invadir sua conta no WhatsApp. Com isso, eles se passam por você para enviar mensagens aos seus contatos pedindo dinheiro emprestado.

Para evitar que isso aconteça, ative a verificação em duas etapas do seu aplicativo. Vá em Configurações > Conta > Verificação em duas etapas. Assim, uma senha é cadastrada e solicitada periodicamente.

Como denunciar golpes na internet

Para denunciar golpes na internet é preciso ter em mãos o máximo de provas possível para dar andamento ao processo. Guarde todos os comprovantes, tire prints de possíveis conversas em chats, trocas de e-mails, imagens do site falso, enfim, o máximo de dados que você puder coletar.

Lembre-se também de anotar todos os dados possíveis sobre o criminoso, como endereço de e-mail, ou algum telefone de contato caso o golpe tenha sido por mensagem.

Uma opção é acionar o PROCON (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) para formalizar sua denúncia. Ligue 151 e veja quais são as orientações para o seu caso. Também é possível abrir um chamado pelo site do PROCON.

Você também pode fazer um boletim de ocorrência relatando tudo o que aconteceu e enviar os documentos para comprovar o golpe. Em alguns estados já é possível fazer BOs online, então basta acessar o site da delegacia da sua região e formalizar a denúncia.

E, claro, caso você queira alertar outros consumidores sobre o ocorrido, procure pela empresa no Reclame Aqui e faça o seu relato. Importante reforçar que esse não é um canal de denúncia, mas serve de alerta para outras pessoas.

 

O que fica de lição é aquela velha frase que vale ser lembrada sempre: todo cuidado é pouco!

Essas são apenas dicas para evitar que você caia nos golpes pela internet mais comuns, mas claro que o mundo está em constante transformação e isso se aplica às ações dos criminosos também, que estão sempre criando novas formas de extrair seus dados e ter acesso ao seu dinheiro.

Gostou das dicas sobre como fazer compras pela internet com mais segurança? Conta para a gente nos comentários!

Comentários