Logo_neon-degrade
ABRA SUA CONTA

Quando vale a pena comprar parcelado no cartão de crédito?

Ana Gabriela Graças

Não deve ser a primeira vez que você se pergunta se é melhor comprar parcelado no cartão de crédito ou pagar à vista, certo? Essa é uma dúvida muito comum e é preciso conhecer algumas informações antes de fazer uma escolha que possa prejudicar seu bolso.

Segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) em abril de 2020, o cartão de crédito é responsável por 77,6% das dívidas dos consumidores. Em segundo lugar estão as dívidas com carnês (17,5%).

Os números são a evidência de como é importante usar esse recurso com consciência para que você não perca o controle sobre suas finanças. Para te ajudar, vamos explicar quando compensa parcelar no cartão de crédito e quando é melhor deixar essa opção de lado.

Vem com a gente e descubra qual é a melhor opção!

Afinal, quando comprar parcelado no cartão de crédito?

Antes de mostrarmos quais são as situações em que vale a pena parcelar suas compras, é importante reforçar que o crédito é um dinheiro que você não tem naquele momento.

Às vezes pode ser tentador imaginar que podemos gastar aquele limite que temos disponível, porém, é preciso ter um planejamento financeiro bem estruturado para que você não acabe se comprometendo com mais dívidas do que você realmente pode pagar.

Que tal começar a montar esse planejamento? Aqui você pode baixar a nossa planilha de gastos gratuita pronta para ser usada! É só adicionar sua renda e suas contas lá e se organizar.

Ter essa clareza sobre suas finanças é importante para que os gastos no cartão de crédito não saiam do controle. Tenha em mente que o ideal é não comprometer mais de 30% do seu orçamento com as faturas de todos os seus cartões de crédito.

Agora vamos ao que interessa: quando compensa parcelar no cartão de crédito?

Compras de itens mais caros

Imagine que você está mudando de casa e precisa comprar alguns móveis novos. Caso você não tenha o dinheiro para pagá-los à vista, usar o cartão de crédito para comprá-los parcelados é uma opção — desde que no final as suas dívidas no cartão não sejam mais do que 30% da sua renda total.

Assim, comprar parcelado no cartão de crédito pode ser uma opção no caso da aquisição de produtos que são mais caros e que não podem ser adquiridos posteriormente. Além disso, assim você não precisa se “desmonetizar” (ou seja, abrir mão de boa parte do seu dinheiro guardado) para adquirir os novos itens.

Mas atenção: isso tudo apenas vale a pena caso seja um parcelamento sem juros. É muito importante estar atento a isso, porque os juros podem aumentar consideravelmente o valor final dos produtos.

Ou seja, faça as contas com atenção e não aja por impulso, afinal, os juros do parcelamento no cartão de crédito costumam ser altos e não compensam para o bolso do consumidor, por mais tentadora que pareça a oferta.

Emergências

Usar o cartão de crédito para emergências também é uma situação que pode acontecer e está tudo bem com isso. O seu animal pode precisar ir ao veterinário e você precisará parcelar a consulta e os medicamentos, por exemplo, ou o seu carro precisará de um conserto que não estava previsto e será preciso pagar o mecânico.

Essas e tantas outras situações inesperadas acontecem e, dependendo do caso, você pode usar o cartão de crédito para arcar com as despesas, desde que você se organize para isso e não acabe ficando com o orçamento apertado no mês seguinte.

Sabia que é possível evitar esse tipo de circunstância quando você tem uma reserva de emergência? Como o próprio nome já diz, o dinheiro da sua reserva pode (e deve) ser usado para acontecimentos que não estavam previstos.

Veja aqui o que é a reserva de emergência e aprenda a montar uma.

E o que fazer em todos os outros casos?

O cenário ideal para que você não perca o controle sobre seu dinheiro é guardar o valor que você precisa até conseguir comprar o produto em questão. Nesses casos, você pode até conseguir um desconto para pagamento em dinheiro ou também para pagamentos à vista no cartão de débito ou crédito.

Agora você pode estar se perguntando: “Cartão de crédito à vista? Como funciona?”. Usar o cartão de crédito à vista nada mais é do que pagar o valor da sua compra de uma só vez, mas ter o dinheiro descontado da sua conta apenas no vencimento da fatura.

Essa é uma boa opção caso você consiga um desconto pagando dessa forma. Fora isso, o ideal é esperar ter o dinheiro ou usar apenas o débito.

Falando nisso, precisamos reforçar que o cartão de crédito não deve ser usado como se fosse um débito. Ou seja, não passe suas compras do dia a dia no crédito, pois esse é o caminho mais rápido para você comprometer mais do que deveria do seu orçamento com dívidas.

Além disso, conforme você vai usando seu cartão para compras que poderiam passar no débito, mais o seu limite fica comprometido e, caso você precise usar o crédito para uma emergência, por exemplo, talvez você não consiga.

Inclusive, se você usar mais limite do que você tem, haverá uma cobrança de taxa sobre isso. Aqui te explicamos quais são todas as taxas do cartão de crédito para você não ser pego desprevenido.

Em resumo, sempre que for passar algo no crédito, lembre-se que você estará utilizando um dinheiro que você ainda não tem, por isso é importante se planejar para que sua renda no mês seguinte cubra todos os seus gastos e você não fique no vermelho.

Agora que você já sabe quando vale a pena comprar parcelado no cartão de crédito ou não, conta para a gente nos comentários como anda sua organização financeira em relação a isso.

 

Leia também:

+ Pagar dívida ou investir meu dinheiro? Decida com nossas 6 dicas

+ O que fazer no tempo livre para se divertir sem gastar muito dinheiro

+ Como organizar o orçamento familiar e definir prioridades

Comentários