Logo_neon-degrade
ABRA SUA CONTA

Como organizar o salário em 8 passos com a Neon

Time Neon

Aprender como organizar o salário e recuperar o poder do seu dinheiro é possível — e menos complicado do que parece.

Se você é cliente Neon, essa tarefa fica ainda mais fácil graças às funcionalidades do app que te ajudam a controlar os gastos de perto e planejar melhor seu orçamento.

Com um pouco de disciplina e com a ajuda da tecnologia, você pode fazer seu dinheiro render e conquistar seus objetivos com o salário que tem hoje.

Quer ver como a Neon apoia você nessa missão?

Continue lendo e saiba como organizar seu salário passo a passo.

Como organizar o salário e cuidar melhor do bolso

Saber como organizar o salário é o primeiro passo para assumir o controle do seu dinheiro e ter uma vida financeira mais saudável.

Afinal, é a partir do valor da sua renda mensal que você vai definir seu estilo de vida, planejar seu orçamento e traçar os caminhos para alcançar seus objetivos.

Com dedicação e disciplina, qualquer pessoa assalariada pode pagar suas contas e juntar dinheiro todos os meses, mesmo que seja de pouco em pouco.

O problema é que muita gente nem sabe para onde está indo seu salário ou tem o hábito de controlar os gastos “de cabeça”.

O resultado é a falta de controle sobre o orçamento e a sensação de que, por mais que você trabalhe, o dinheiro nunca é suficiente — ou sequer dura até o fim do mês.

Mas calma: com algumas dicas simples e uma ajudinha da tecnologia, a Neon vai ajudar você a recuperar o poder sobre seu dinheiro e também fazer seu salário render.

Por que é importante organizar seu salário

Você conhece alguém que evita olhar o extrato bancário durante o mês para não “tomar um susto”?

E alguém que usa o cheque especial como extensão do salário e vive pagando juros altíssimos?

Esses e outros hábitos são péssimos para a saúde financeira, mas, infelizmente, são muito comuns por aí.

Em vez de entender como organizar o salário, muita gente vive no limite da renda ou mesmo no vermelho, sem qualquer controle sobre os ganhos e gastos.

E não pense que isso é exclusividade de quem ganha pouco: também é muito comum que as pessoas gastem mais conforme recebem salários maiores, simplesmente por pura falta de planejamento e noção do próprio padrão de vida.

Por isso, a organização não é uma questão de faixa salarial, mas sim de consciência sobre seu padrão de consumo e coerência entre renda e gastos.

Quanto mais organizado você for em relação à renda, mais rápido conseguirá alcançar objetivos como comprar um carro ou fazer uma viagem, por exemplo.

Do contrário, um orçamento bagunçado fará com que seus projetos fiquem cada vez mais distantes — e, pior ainda, endividado.

Como a Neon ajuda você a organizar seu salário

A Neon tem como missão ajudar você a cuidar melhor do seu dinheiro e é claro que a organização do salário está entre as nossas prioridades.

Para começar, você pode receber seu salário diretamente na sua conta Neon — é só enviar o Termo de Transferência para o banco onde você recebe atualmente.

Isso facilita muito o controle, pois o dinheiro cai na sua conta todo mês e você pode aproveitar as funcionalidades do app para gerenciá-lo.

No caso, o melhor amigo do seu salário é o nosso saldo inteligente, que organiza automaticamente seus gastos e classifica cada um deles em diferentes categorias.

A cada compra que você faz, o app registra o valor, a razão social (nome) do lugar onde a compra foi feita e a localização, além de classificá-la em uma das 23 categorias de gastos (ex: bares e restaurantes, vestuário, lazer, saúde, transporte, mercado, moradia, educação, despesas de trabalho, viagens, animais de estimação, etc.).

Além disso, você pode ver quanto já gastou no mês e quanto cada categoria representa no seu consumo total. Dessa forma você consegue acompanhar de perto para onde está indo seu dinheiro e tem uma visão geral das suas despesas.

Como organizar o salário e fazer seu dinheiro render em 8 passos

Pronto para aprender como organizar o salário e colocar ordem na sua vida financeira?

Vamos ao passo a passo.

1. Calcule seu salário líquido

O primeiro passo para organizar melhor seu salário é calcular quanto você recebe de fato todo mês — o chamado salário líquido.

Se você trabalha com carteira assinada, precisa levar em conta todos os descontos obrigatórios do holerite, como contribuição do INSS, Imposto de Renda e vale-transporte.

Afinal, o que importa para o seu planejamento financeiro é o valor que está caindo na sua conta e não o valor nominal da remuneração.

2. Mapeie seus gastos mensais

Com o salário líquido em mente, o próximo passo é mapear seus gastos mensais e entender como compor seu orçamento.

Basicamente, existem três tipos de gastos:

  • Despesas fixas: são gastos que não variam ou variam muito pouco mês a mês, como aluguel, condomínio e mensalidade da faculdade
  • Despesas variáveis: são gastos que variam de acordo com a frequência e intensidade do consumo, como as contas de água e luz, combustível do carro e alimentação
  • Despesas eventuais: são despesas esporádicas difíceis de prever, como uma manutenção no carro, gastos com medicamentos e reparos na casa

 

Como vimos, o app Neon já classifica todos os seus gastos em categorias automaticamente e você também tem a opção de mudar as classificações para se organizar do seu jeito.

Se quiser ter ainda mais controle, você pode usar nossa planilha de gastos para registrar todas as despesas mensalmente e se planejar para juntar dinheiro.

3. Monte seu orçamento

Com todos os gastos mapeados, você já pode criar seu orçamento mensal com base no valor do seu salário líquido.

Isso significa distribuir seus gastos de acordo com suas necessidades, de modo que você consiga pagar todas as contas e ainda guardar dinheiro todo mês para investir.

Um método interessante para isso é a regra “50-30-20”:

  • 50% do salário para gastos essenciais
  • 30% para atividades de lazer e desejos pessoais
  • 20% para prioridades financeiras (juntar dinheiro e investir)

 

Mas é só uma sugestão, porque é você quem decide as prioridades do seu orçamento.

O importante é manter um padrão de vida coerente com o valor do seu salário, lembrando que não basta terminar o mês no zero a zero: é fundamental que sobre algum dinheiro para seus objetivos financeiros, ou você nunca vai sair do lugar.

Se a conta não fechar de jeito nenhum, é sinal de que seus gastos não são compatíveis com sua renda. Nesse caso, veja como viver um degrau abaixo para resolver essa situação.

4. Corte os gastos desnecessários

Contabilizando seus gastos, você vai perceber rapidamente quais são essenciais e quais são supérfluos no seu orçamento.

Infelizmente, nossos desejos são infinitos, mas o dinheiro acaba muito mais rápido. Por isso, é importante que você corte as despesas desnecessárias e verifique quais podem ser reduzidas.

Vale cancelar aquele serviço por assinatura que você mal usa, cancelar cartões de crédito que ainda cobram anuidade (para isso você tem o cartão Neon), economizar nas contas de consumo e resistir às compras por impulso.

5. Tenha cuidado com o cartão de crédito

O cartão de crédito é ótimo para aproveitar oportunidades, parcelar compras e antecipar seus desejos, mas também pode ser o maior inimigo do seu bolso.

Para não comprometer sua renda com ele, é importante limitar os gastos no crédito a 30% do salário (já contando a fatura, financiamentos e prestações em geral) e incluir essa dívida no orçamento mensal.

Ainda bem que é muito fácil acompanhar as compras feitas no seu cartão Neon e controlar a fatura de perto: é só acessar a aba “Crédito” no app e aproveitar todas as funcionalidades.

6. Separe uma parte do salário todo mês

Aprender como organizar o salário também é uma forma de adquirir o hábito de poupar.

O ideal é guardar no mínimo 10% da renda por mês, mas você pode começar aos poucos — acompanhe nosso Desafio das 52 Semanas para facilitar a tarefa.

Uma dica valiosa é separar o dinheiro assim que você recebe o salário, para evitar gastá-lo com outras coisas ao longo do mês. Assim, ao poupar uma quantia mensalmente você estará investindo no seu futuro e nos seus projetos de vida.

7. Forme sua reserva de emergência

Assim que você começar a juntar dinheiro, a prioridade é formar sua reserva de emergência.

Esse fundo deve ser suficiente para cobrir entre 6 e 12 meses de custos em caso de imprevistos como demissão, redução da renda ou incapacidade temporária, por exemplo.

Dessa forma, você mantém o planejamento financeiro e evita o endividamento nos momentos de urgência.

8. Invista seu dinheiro

Depois de aprender como organizar seu salário e poupar todo mês, é importante fazer esse dinheiro render com investimentos.

A Neon também tem a solução perfeita para isso: o CDB Neon, que garante um rendimento maior que o da poupança (de 95% a 101% do CDI) e tem liquidez diária.

Isso significa que seu dinheiro vai crescer aos poucos e estará disponível para resgate a qualquer momento — o que faz do CDB uma ótima opção para montar sua reserva de emergência.

Além disso, você tem duas opções de aplicação:

  • Com objetivo: nessa opção, você pode programar parcelas diárias ou mensais para investir automaticamente e alcançar um objetivo específico, que pode ser um smartphone novo, uma viagem internacional e o que mais você desejar
  • Livre: se preferir investir livremente, você pode aplicar o valor que quiser todo mês e ir formulando seus objetivos com o tempo.

 

Viu como organizar o salário é possível e só requer um pouco de disciplina?

Agora queremos saber de você: as funções do app Neon estão ajudando a controlar seus gastos? Conte tudo nos comentários!

 

Saiba mais:

+ Sabe o que são despesas variáveis? Veja 9 dicas para economizar nas suas

+ Como fazer um investimento CDB Neon - Passo a passo

+ 10 formas de cuidar bem do seu dinheiro com o app Neon

Comentários