Logo_neon-degrade
ABRA SUA CONTA

Saiba como calcular seu salário líquido e planejar melhor seus gastos

Time Neon

Você sabe como calcular seu salário líquido ou ainda não compreende bem aqueles descontos no seu holerite?

Basicamente, o salário líquido é o valor que você recebe de fato no dia do pagamento, que é sempre menor do que o salário bruto registrado em carteira. Isto acontece porque, antes de cair na sua conta, o salário passa por vários descontos de contribuições, impostos e porcentagens de benefícios.

Então, se você quer manter o planejamento financeiro em dia, é melhor saber como calcular seu salário líquido e contar com o valor certo todo mês. Continue lendo e acompanhe nosso passo a passo para não errar nas contas.

Como calcular salário líquido

Saber como calcular seu salário líquido é um passo importante melhorar seu planejamento financeiro e cuidar bem do seu dinheiro. Afinal, o valor que está registrado na sua carteira de trabalho não é exatamente o que cai na sua conta no início do mês.

A remuneração base do seu cargo, que é comunicada na entrevista e aparece no holerite, é apenas o salário bruto. Para encontrar o salário líquido, você precisa aplicar todos os descontos obrigatórios e opcionais e descobrir quanto chega ao seu bolso efetivamente - no caso do CLT, é claro.

Dependendo da faixa salarial, o valor pode ser bem diferente do acordado inicialmente, se você considerou apenas o salário nominal informado pela empresa.

E claro, você precisa estar preparado para receber sempre menos do que o “oficial”, já que existem várias contribuições, impostos e descontos de benefícios para quem trabalha com carteira assinada.

Como calcular o salário líquido faz diferença no planejamento

É fácil imaginar como calcular o salário líquido pode fazer diferença no seu planejamento financeiro. O problema começa no controle dos ganhos e gastos mensais (aproveite a nossa planilha gratuita para fazer isso isso!)

Se você considerar o valor bruto do salário na hora de registrar sua receita mensal, por exemplo, já vai começar errado. No dia do pagamento, o valor será menor, e pode não ser suficiente para cobrir todos os gastos e investimentos que você planejou.

Por isso é tão importante calcular seu salário líquido e usar esse resultado para organizar suas finanças. Caso contrário, você pode inflacionar sua renda e perder o controle.

E lembre-se: embora boa parte dos descontos estejam relacionados a benefícios, como o INSS e plano de saúde, eles significam menos dinheiro na sua mão hoje.

O que é descontado do salário

Para aprender como calcular seu salário líquido, você precisa saber exatamente o que é descontado em folha.

Confira os principais descontos do CLT.

Descontos obrigatórios

Os descontos obrigatórios são definidos por lei e incidem sobre o salário base e demais vencimentos (bônus, gratificações, horas extras etc.).

Hoje, existem dois principais:

  • Contribuição do INSS: é o percentual destinado ao sistema público de aposentadoria, que muda de acordo com a faixa salarial;
  • Imposto de Renda: é o percentual do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF), devido à Receita Federal.

Antes da Reforma Trabalhista de 2018, a contribuição sindical também era obrigatória para todos, mas hoje só vale para trabalhadores filiados a sindicatos.

Lembrando que o FGTS não é descontado do salário, e sim pago à parte pelo empregador (8% do salário bruto).

Descontos extras

Os descontos extras são outras contribuições que variam de empresa para empresa, conforme os benefícios oferecidos e políticas do RH.

Os mais comuns são:

  • Vale-transporte: por lei, as empresas podem descontar até 6% do salário bruto mensal dos funcionários que solicitam o vale-transporte;
  • Vale-refeição: o vale-refeição também pode ser descontado do salário bruto, desde que não ultrapasse 20%;
  • Atrasos e faltas: as ausências e atrasos dos colaboradores também podem ser descontadas do salário, de acordo com as regras da empresa;
  • Plano de saúde: as empresas são livres para descontar até 30% do salário bruto referente ao plano de saúde oferecido como benefício, para os colaboradores que aderirem;
  • Outros benefícios: a empresa também pode descontar porcentagens relativas a outros benefícios como previdência privada corporativa, vale-cultura, convênios com serviços etc.

Como calcular seu salário líquido em 5 passos

Entender como calcular o salário líquido é simples, mas é preciso prestar atenção aos detalhes de cada desconto.

Acompanhe o passo a passo para não errar.

1. Comece descontando o INSS

O primeiro desconto que deve ser aplicado para calcular seu salário líquido é a contribuição do INSS.

É fundamental que você deduza essa porcentagem antes de tudo, pois os outros descontos são calculados com base no valor restante.

Esta é a tabela de contribuição mensal do INSS que entrou em vigor em março de 2020:

Salário mensal Alíquota
Até R$ 1.045,00 7,5%
De R$ 1.045,01 a R$ 2.089,60 9%
De R$ 2.089,61 a R$ 3.134,40 12%
De R$ 3.134,41 a R$ 6.101,06 14%

 

Vamos supor, então, que o seu salário bruto seja R$ 3 mil.Para quem ganha acima do teto do INSS (R$ 6.101,06 em 2020), a alíquota é substituída por um valor fixo para todos (R$ 713,09 em 2020).

Nesse caso, o INSS descontado será de 12%, ou R$ 360,00, restando a base de cálculo de R$ 2.640,00 para os próximos descontos.

2. Desconte o Imposto de Renda

O próximo passo é calcular o Imposto de Renda sobre o salário bruto já com o desconto do INSS.

Esta é a tabela de incidência mensal do IR válida desde 2015, disponível no site da Receita Federal:

Base de cálculo mensal  Alíquota  Parcela a deduzir do IRPF
Até R$ 1.903,98 Isento R$0,00
De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,65 7,5% R$ 142,80
De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05 15% R$ 354,80
De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68 22,5% R$ 636,13
Acima de R$ 4.664,68 27,5% R$ 869,36

 


No exemplo do salário de R$ 3 mil, a alíquota devida do IRRF é de 7,5%, pois o imposto é aplicado sobre a base de cálculo de R$ 2.640,00 (descontamos o INSS, lembra?).

Logo, este seria o cálculo:

R$ 2.640,00 (salário bruto menos INSS) x 7,5% (alíquota devida) - R$ 142,80 (parcela a deduzir) = R$ 55,20 de IR.

Se considerarmos apenas os descontos obrigatórios ou não houver outros descontos na empresa, o salário líquido nesse caso seria de R$ 2.584,80.

Lembrando que ainda é possível deduzir mais R$ 189,59 mensais da base de cálculo por dependente comprovado, segundo as regras da RFB.

Então, se você tivesse um dependente no nosso exemplo, pagaria apenas R$ 40,98 de INSS mensais (base reduzida para R$ 2.450,41) e teria um salário líquido de R$ 2.599,02.

3. Aplique os descontos extras

Agora é o momento de aplicar os descontos extras, caso façam parte da política da empresa que você trabalha.

Supondo que a empresa desconte 6% de vale-transporte, basta deduzir a porcentagem do salário bruto. Assim, no caso dos R$ 3 mil, seriam descontados R$ 180,00 ao mês dos seus vencimentos.

Se houver outros descontos como plano de saúde, contribuição sindical e benefícios adicionais da empresa, é só aplicar as porcentagens sobre o valor bruto.

4. Subtraia todos os descontos

Por fim, basta subtrair todos os descontos que você calculou para chegar ao valor final do seu salário líquido.

Considerando o exemplo do salário de R$ 3 mil para um funcionário sem dependentes com desconto extra de 6% de vale-transporte, estes seriam os valores a deduzir:

  • R$ 360,00 de INSS
  • R$ 55,20 de IRRF
  • R$ 180,00 de VT.

Logo, o salário líquido seria de R$ 2.404,80 - e se adicionarmos um dependente, sobe para R$ 2.419,02.

5. Acompanhe seu holerite

Depois de calcular seu salário líquido, é importante ficar de olho no seu holerite (ou contracheque) mensal para acompanhar possíveis descontos adicionais.

No caso de faltas e atrasos, por exemplo, você pode ser pego de surpresa por descontos e ter problemas para organizar suas contas. Além disso, se você receber um aumento de salário, deve refazer todo o cálculo para garantir o valor certo no seu planejamento financeiro.

Se preferir, você pode usar uma das calculadoras online disponíveis para descobrir seu salário líquido sem muito esforço.

Dois exemplos são a Calculadora Fácil do Dicionário Financeiro e a Calculadora de Salário Líquido do site Toda Carreira.

E aí, entendeu como calcular seu salário líquido e manter seu planejamento financeiro em dia?

Comente se você já fez esse cálculo antes ou não tinha ideia de como era feito.

Leia mais:

+ Como o planejamento tributário pessoal melhora a saúde do seu bolso

+ Teve redução de salário? Confira 9 dicas para reorganizar as contas

+ Guia de planejamento financeiro para quem não tem salário fixo

Comentários