Logo_neon-degrade
ABRA SUA CONTA

Bancos digitais são seguros sim: veja 4 motivos para isso

Time Neon

Quando você começa a pensar em guardar seu dinheiro em uma instituição financeira digital, é bem provável que uma de suas preocupações seja se bancos digitais são seguros.

E isso está mais do que certo! Afinal de contas, todas as economias que você conquistou são resultado do seu trabalho e esforço, e ninguém quer ver esse dinheiro tão suado indo embora fácil.

Só que nisso mora um grande erro. Normalmente as pessoas associam segurança bancária com aqueles cofres enormes (tipo os que aparecem na série La Casa de Papel) e seguranças com armas e tudo mais.

Durante anos, nada foi mais seguro do que os bancos tradicionais. Quase ninguém dispunha de seguranças armados e cofres com fechaduras eletrônicas para garantir que o dinheiro não fosse alvo de bandidos.

O tempo passou e surgiram novidades para facilitar a vida dos clientes. O internet banking se tornou bastante popular e isso também fez crescer os olhos dos criminosos.

Surgiram, então, os cibercrimes e as fraudes, uma nova forma de “assaltar o banco” sem precisar de armas, máscaras e tiroteios de cinema. Basicamente, hackers copiam o site do banco, mandam um e-mail para inúmeras pessoas, e quem cai no golpe vira estatística de roubo.

Sim, até os próprios bandidos já perceberam que é muito mais fácil roubar o dinheiro da conta das pessoas pela internet.

Por conta dessa mudança, começaram a surgir as dúvidas sobre a força do internet banking e, principalmente, se os bancos digitais são seguros. Essa dúvida é muito pertinente, pois, se estão roubando pela internet, por que colocar todo o dinheiro em um banco 100% digital?

O que nem todo mundo sabe ainda é que as instituições financeiras digitais são altamente seguras! E mostraremos os motivos para isso neste artigo.

Continue lendo!

4 razões que comprovam como os bancos digitais são seguros

1. Uso de tecnologias de ponta em segurança

O negócio do banco digital é dinheiro, então não dá para dar bobeira. As instituições estão sempre buscando o que há de mais moderno e eficiente para proteger as contas dos clientes. Quer alguns exemplos?

Reconhecimento facial

Não é só na foto do Facebook que isso funciona não! Dá para fazer do reconhecimento uma ótima ferramenta de segurança!

Para isso, as empresas vão atrás, discutem, escolhem bons fornecedores e aplicam essas técnicas nos seus processos de segurança.

Criptografia

A criptografia é um código que protege as informações e faz com que a leitura dos dados criptografados seja muito mais difícil, o que dificulta muito a vida de quem tenta roubar informações.

Esse recurso é amplamente utilizado para a segurança dos bancos digitais, assim como em sites de compras e sistemas de informação, além de inúmeras outras empresas.

Aqui explicamos qual a relação entre segurança de dados e finanças.

Autenticação via selfie e digital

Possibilitar o acesso às contas apenas via selfie ou digital garante que apenas você acesse sua conta e possa ter informações dela.

Tokens

Os tokens são outra etapa de segurança e são solicitados para validar operações feitas via internet banking e nos apps dos bancos.

Cartão físico e virtual

Ter dois cartões, um para compras físicas e outro para compras online, protege suas informações e mantém suas transações em segurança.

Veja qual é a diferença entre o cartão virtual e o cartão físico.

2. Dispositivos móveis são mais seguros e os bancos digitais sabem disso

Os bancos digitais podem ser até mesmo mais seguros do que as instituições financeiras tradicionais, sabia? Principalmente porque o foco está nos dispositivos móveis, que são mais seguros do que um computador.

Você deve estar se perguntando agora: “Ah, mas meu computador tem antivírus, firewall e tudo mais, não é suficiente?”. Claro que são pontos importantes e você deve continuar protegendo seu equipamento. Entretanto, ainda assim um smartphone é mais seguro.

Os fabricantes sabem que as pessoas perdem celulares muito mais do que perdem computadores. Por conta disso, os celulares têm muitos mais bloqueios de acesso e travas de segurança (código desenhado, PIN, impressão digital, reconhecimento de voz, autenticação por selfie, etc.).

3. Segurança é um dos principais pilares dos bancos digitais

A proposta do banco digital é bastante prática e ousada e, além disso, existe a concorrência com marcas grandes e tradicionais presentes no mundo há muito tempo.

Como concorrer com um produto novo e que, ainda por cima, envolve dinheiro dos outros? A resposta é uma só: garantindo segurança e fazendo com que ela realmente aconteça.

Dinheiro é parte importante do negócio de um banco digital, afinal, sem ele não tem negócio, certo? Mas a segurança também é considerada o core business (que nada mais é do que uma palavra estrangeira para dizer quais são as coisas mais importantes que a empresa vende/oferece).

Sem bons protocolos de segurança, um banco não vai conseguir convencer ninguém a abrir conta com ele.

É muito importante ter segurança como um diferencial, por isso os bancos digitais investem pesado em tecnologias de ponta e no desenvolvimento dos melhores aplicativos para você cuidar do seu dinheiro com tranquilidade.

Não estamos falando que os bancos tradicionais não dão garantem a proteção dos clientes (muito pelo contrário!), mas, para os bancos digitais, a segurança realmente é um diferencial competitivo, e isso faz com que eles estejam ainda mais preocupados com esse assunto.

Leia também: Segurança digital: guia para proteger seu dinheiro na internet

4. Os criminosos ainda são “tradicionais” com os bancos

Já explicamos que os smartphones são mais seguros que os PCs, e isso traz muita segurança para os bancos digitais, já que sua mentalidade mobile first (“primeiro para o celular”) faz com que seu desenvolvimento seja focado nos dispositivos móveis.

Isso inclui seus protocolos de segurança, ao contrário do que acontece com o internet banking. Assim, a facilidade para fazer o famoso phishing (e-mails falsos enviados para muitas pessoas na tentativa de roubar dados de acesso) é muito maior nesse sistema.

Tal fato estimula os criminosos a seguir a tendência de “time que ganha não se mexe” e impulsiona as ações fraudulentas para cima dos bancos tradicionais.

Segurança digital também é sua responsabilidade

Apesar de todas as camadas e métodos utilizados pelos bancos (digitais e tradicionais) para garantir a segurança do seu dinheiro, nada é 100% seguro.

Portanto, você também desempenha um papel importante nesse processo. Os bandidos acreditam que você é a ponta fraca e, justamente por isso, focam em você a maioria dos seus esforços.

Hoje é muito fácil qualquer pessoa ter acesso a diversas informações sobre qualquer pessoa no mundo, especialmente com os casos frequentes de vazamento de dados. Alguns poucos cliques e voilà! Data de aniversário, casamento, CPF, CEP e por aí vai.

Por isso, tome cuidado com as suas senhas, utilize a sua criatividade para formar combinações únicas e não repita nenhuma delas em diferentes contas, plataformas ou sites.

Também tenha cuidado redobrado ao receber e-mails e mensagens, pois os links podem ser falsos e te levar a um ambiente muito parecido do banco, mas que é falso.

Quer saber mais dicas? Veja aqui como evitar golpes pela internet e conheça quais são os 7 tipos de golpes virtuais mais comuns.

 

Viu como os bancos digitais são seguros? Por isso tem tanta gente dando uma oportunidade para as essas instituições financeiras mudarem completamente o jeito de cuidar do dinheiro que a gente tanto luta para conquistar!

E mais: pode ter certeza de que aqui na Neon estamos sempre em busca das melhores soluções para manter o seu dinheiro em segurança.

O que achou das informações sobre a segurança dos bancos digitais? Conta para a gente nos comentários!

ilustração neon mulher cuidando do dinheiro com app

Cuide bem do seu dinheiro. Experimente o app Neon!

download app neon android
download app neon ios

Comentários